Sobe para 93 o número de mortos após as chuvas no estado, 6.170 desabrigados

Pernambuco chega, nesta terça-feira (31), ao quarto dia de buscas por vítimas das chuvas que provocaram alagamentos e deslizamentos de barreiras no Grande Recife e na Zona da Mata. No entanto, entre a madrugada e a manhã, o temporal atrapalhou as operações e as equipes precisaram suspender as buscas devido ao risco de novos desabamentos.
O desastre deixou pessoas mortas, desaparecidas, desalojadas e desabrigadas, além de ter feito, ao menos, 14 cidades decretarem situação de emergência.
De acordo com o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) de Pernambuco, desde a última quarta (25/5), o estado já soma 3.957 desabrigados, sobretudo nos municípios da região metropolitana e na Mata Norte.
Nove municípios decretaram situação de emergência: Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São José da Coroa Grande, Moreno, Nazaré da Mata, Macaparana, Cabo de Santo Agostinho e São Vicente Ferrer. As precipitações acontecem desde o início da semana passada, em um fenômeno que se alastra por regiões de Alagoas, Paraíba, Sergipe e Rio Grande do Norte, e se intensificaram nos últimos dias.
PREVISÃO DE CHUVAS ATÉ ESSA SEGUNDA (30)
Todas as regiões do Brasil devem registrar fenômenos climáticos importantes até a manhã de segunda-feira (30), alertou o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) . o alerta continua sendo de perigo por chuvas intensas no litoral sul de Pernambuco, em todo o litoral de Alagoas e no litoral norte de Sergipe.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232