A idosa brasileira que encontrou tesouro em casa e precisou mudar de cidade

Em 2021, a descoberta de uma série de moedas antigas fez com que a vida de uma mulher mudasse - para pior
Depois que centenas de moedas antigas foram encontradas no terreno onde ficava sua casa, a vida de uma idosa moradora do interior do Pará nunca mais foi a mesma. O caso se deu em janeiro de 2021, na cidade de Colares.
Na época, a confusão provocada pelo anúncio do achado do tesouro tomou proporções tão grandes que a moradora, de 77 anos, teve de se mudar. O motivo, conforme afirma a família da senhora, foi que a notícia atraiu muitas pessoas que se viram na esperança que encontrar mais moedas no local.
Itens valiosos
Segundo o servidor público Hernani Júnior, a vida de sua mãe, cuja identidade tem sido preservada, mudou completamente depois que moedas do início do século 19 foram encontradas. Cada um dos itens, datados do período do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, pode chegar a valer R$ 15 mil.
"Tem valor de mercado? Tem, mas o pessoal acha que vale milhões de reais. O que era para ser algo legal acabou virando um risco", disse o homem de 50 anos ao portal de notícias UOL no ano passado. Ele contou que a mãe cuidava de uma irmã, de 85 anos, que também morava na residência. Sozinhas no local, elas tiveram de lidar com diferentes pessoas que tentaram entrar no terreno para procurar moedas.Moeda datada do ano de 1819 / Crédito: Divulgação / Prefeitura de Colares
Suspeito invadiu casa
De acordo com a fonte, a ideia de deixar a propriedade surgiu apenas uma semana após o tesouro ter sido encontrado. Na ocasião, um suspeito invadiu o quintal em busca de moedas, sendo flagrado pela mulher. O terreno, que foi mapeado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), estava isolado para visitas.
"Ela gritou dizendo que iria chamar a polícia porque não poderia mexer no terreno. Nisso, o indivíduo a atacou, mas deixou hematomas no rosto e na cabeça. Depois de chamar os vizinhos, esse homem fugiu e ainda levou o celular. No mesmo dia, levamos minha e mãe e minha tia para Belém para manter a segurança delas", relatou Hernani.
Imagem ilustrativa de detector de metal / Crédito: Imagem de Mutasculucian via Pixabay
Homem fingiu ser professor
Conforme informou a Secretaria de Cultura de Colares, em outra ocasião, os moradores acionaram a Prefeitura depois que um homem com um detector de metal se passou por professor de história para entrar na casa da idosa.
Acompanhado de um grupo de pessoas, ele teria levado dezenas de moedas antigas do local. Na época, a Prefeitura registrou um Boletim de Ocorrências na Polícia Civil, que repassou o caso à Polícia Federal.
Família já havia encontrado moedas
O entrevistado contou ao UOL que a família já suspeitava que houvesse um tesouro no quintal, já que alguns membros chegaram a encontrar moedas durante brincadeiras no terreno, que tem o fundo do lote voltado para uma praia.
"Ali era área de porto, a gente achava algumas moedas quando éramos criança, mas não tínhamos noção do valor ou até mesmo o que era", disse Hernani.
- Aventuras na História

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232