Deputado propõe multar institutos que errarem pesquisas eleitorais

O deputado federal Bibo Nunes (PL-RS) apresentou à Câmara dos Deputados um projeto de lei propondo multar, em até R$ 5 bilhões, institutos de pesquisa que apresentarem levantamentos com intenções de voto diferentes do resultado das eleições.
No projeto, Nunes ainda propõe a perda “imediata” do registro do instituto no Tribunal Superior Eleitoral e o impedimento do estatístico responsável pela pesquisa de atuar em institutos próprios ou de terceiros por, no mínimo, 8 anos.
Eis a íntegra do projeto.
O projeto agora aguarda despacho do presidente da Câmara, o deputado Arthur Lira (PP-AL). Segundo o documento, o principal objetivo é “estabelecer uma melhor qualidade dos serviços prestados pelos institutos de pesquisa”.
Nunes é do mesmo partido de Jair Bolsonaro (PL). O presidente já criticou em mais de uma ocasião as pesquisas de intenções de voto em que aparece atrás do pré-candidato do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.