Cantora invoca "pomba gira"’ na abertura do Festival de Inverno de Garanhuns e deputado é acusado por intolerância religiosa

Iniciou-se nas redes sociais, a partir de uma fala do deputado federal Fernando Rodolfo (PL), uma onda de denúncias sobre intolerância religiosa no FIG 2022 (Festival de Inverno de Garanhuns). O conservador, em reação à fala sobre “pomba-gira”, disse que o evento deveria ser aberto invocando o ‘espírito santo’. As informações são do blog do Jamildo.
É que na noite da última sexta-feira, 15 de julho, a cantora Karynna Spinelli disse “salve pomba-gira” no palco. Além de cantora e compositora, ela é filha de orixá.
No seu Instagram, Fernando Rodolfo afirmou considerar falta de respeito ‘invocar pomba-gira’ numa cidade majoritariamente cristã. Ele cita que mais de 90% da população segue essa crença, citando dados do IBGE.
“Considero uma afronta e uma falta de respeito com os cristãos colocar no palco pra abrir o Festival de Inverno de Garanhuns uma cantora invocando ‘pombagira'”, disse.
Ele completou: “Por sermos cristãos, queremos o bem da cantora como de todos, mas não podemos aceitar a invocação da ‘pomba-gira’ para uma abertura de um evento cultural numa cidade de predominância cristã. Nós deveríamos invocar o Espírito Santo”.
A fala repercutiu e representantes de diferentes setores da cultura pernambucana se manifestaram, em defesa da cantora Karynna Spinelli.