Metade dos brasileiros aceita cookies online mesmo não sabendo o que são esses códigos

Uma pesquisa realizada pela Avast traz que 50% dos brasileiros aceitam cookies online, apesar da falta de conhecimento sobre o que são ou o que fazem esses códigos. E muito disso (52%) é porque as pessoas querem ter acesso ao conteúdo de um site o mais rápido possível.
Outros dados que a empresa especializada em segurança digital apresenta são de que dois a cada cinco brasileiros (36%), depois de aceitarem os cookies, não fazem nada para gerenciar o acúmulo desses pequenos arquivos. Logo, aparelhos como smartphones, tablets e notebooks, em alguns casos, podem acabar não tendo um funcionamento ideal quando a pessoa não faz uma exclusão regular de cookies.
O que são os cookies online
Os cookies online são códigos bem pequenos que um site coloca no navegador de um usuário para poder acompanhar suas ações e obter alguns de seus dados pessoais. Esses arquivos são criados para facilitar a experiência da pessoa na internet e permitem a ela se manter conectada a uma conta de rede social, por exemplo.
Outro recurso valioso dos cookies é lembrar as preferências do usuário e itens adicionados recentemente a um carrinho de compras em uma loja e-commerce. Eles também atuam quando a pessoa recebe um conteúdo relevante de algum lugar próximo, a partir de suas informações de localização – e para os anunciantes em geral em campanhas de publicidade direcionada.
Riscos à privacidade
No entanto, alguns algoritmos nocivos podem usar cookies para rastrear ou mesmo identificar informações sigilosas do usuário. A partir de então, esses dados podem ser coletados, compartilhados ou vendidos a terceiros, expondo os consumidores a técnicas de monitoramento mais invasivas.
De acordo com a pesquisa da Avast, apenas 8% dos brasileiros disseram que rejeitam os cookies e 17% afirmaram consultar as políticas de cookies do site antes de configurar as suas preferências. Na hora de eliminar esses arquivos, 44% dos brasileiros fazem isso de forma manual e 16% usam algum software para remoção automática.
Os brasileiros que recusam cookies fazem isso principalmente porque estão preocupados com as informações que eles podem coletar (60%), ou porque pioram a sua experiência de navegação (22%), ou porque não gostam de receber publicidade direcionada (23%). E por fim, em meio às incertezas sobre os cookies, 87% dos entrevistados no Brasil disseram que estavam ansiosos para saber mais sobre o que eles são, como funcionam e o que implica aceitá-los ou rejeitá-los.
Conhecendo os cookies para navegar melhor
A Avast realizou esta pesquisa online com uma amostra representativa de 1.000 pessoas com mais de 18 anos, que vivem no Brasil. Sua realização foi entre os dias 23 e 29 de março de 2022.
André Munhoz comenta que a internet é, muitas vezes, “complexa e difícil de navegar devido à confusão de terminologias e funcionalidades”. Nas palavras do Country Manager da Avast para o Brasil, a pesquisa “mostra que muitas pessoas não entendem realmente os cookies, como eles funcionam e quais as suas implicações”.
“Ao serem educados e informados sobre como eles funcionam, sobre como funciona o universo online, os usuários podem tomar as medidas necessárias para desfrutar de uma melhor experiência digital e abraçar tudo o que a internet tem a oferecer, sem perder privacidade com o rastreamento dos sites”, aponta. Dentre as formas de proteger sua privacidade online, você pode controlar os seus hábitos de uso dos cookies, ser seletivo sobre os cookies que aceita – e limpá-los regularmente – e manter os seus dispositivos protegidos.