O dobro dos brasileiros se diz mais de direita do que de esquerda, aponta pesquisa

O dobro dos brasileiros se diz mais de direita que esquerda, segundo pesquisa “A cara da democracia”, feita por pesquisadores ligados às universidades UFMG, Unicamp, UnB e Uerj.
De acordo com os dados, a respeito de temas sociais como a redução da maioridade penal, o brasileiro tem a maior tendência para a direita. Os dois grupos de entrevistados se dividiram entre respostas mais à direita e à esquerda, baseado nos temas. Na autodeclaração a partir de grupos em uma escala de 1 a 10, a direita hoje representa praticamente o dobro da esquerda (30% a 16%).
No âmbito da redução da maioridade penal, 70% dos entrevistados foram a favor e 25% contra. A militarização das escolas públicas tem amplo apoio no Centro-Oeste (68%) e menos no Sudeste (52%).
No entanto, a discordância com relação ao casamento civil de pessoas do mesmo sexo é menor que a aprovação (49% a favor e 44% contra).
Feita pelo Instituto da Democracia (IDDC-INCT), a pesquisa entrevistou presencialmente 2.538 eleitores em 201 cidades em todas as regiões do país entre os dias 4 e 16 de junho, e foi financiada pelo CNPq e Fapemig, com margem de erro total de 1,9 ponto percentual, e índice de confiança de 95%. (Via: Agência Brasil)