OMS diz que Brasil está entre os países com mais casos confirmados de varíola dos macacos

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou nesta quinta-feira (21) que já foi notificada de 14.533 casos confirmados de varíola dos macacos no mundo, incluindo cinco mortes. Os dados foram divulgados durante a segunda reunião do Comitê de Emergência da Varíola dos Macacos.
Na ocasião, o diretor da OMS, Tedros Adhanom, afirmou que segue preocupado com o número de casos e que alguns países estão uma "aparente tendência de declínio", mas outros ainda estão com aumento.
O Brasil está entre os que têm mais casos confirmado. Até o dia 17 de julho, 384 casos haviam sido notificados à OMS. Por sua vez, o Ministério da Saúde contabilizava, até hoje, 592 registros da infecção.
"Estou ciente de que qualquer decisão que tome em relação à possível determinação de uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional envolve a consideração de muitos fatores, com o objetivo final de proteger a saúde pública", disse Tedros. A OMS ainda não declarou a varíola dos macacos uma emergência de saúde pública internacional, como é o caso da Covid-19.
"No momento, a grande maioria dos casos continua a ser relatada entre homens que fazem sexo com homens", completou.