Bolsonaro diz esperar que Petrobras faça novas reduções nos preços

O presidente ainda apontou que com o valor economizado pelos caminhoneiros, eles poderão 'almoçar, jantar, tomar um café e tomar uma água de coco na pista'. 
O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quinta-feira (04) esperar que a Petrobras anuncie novas reduções nos preços dos combustíveis. O chefe do Executivo ainda comentou em live sobre a redução do preço do diesel nas refinarias em R$ 0,20 por litro, levando o valor praticado a cair de R$ 5,61 para R$ 5,41, o que corresponde a uma redução de 3,56%
"Vale a partir de amanhã. A Petrobras, quem diria, né, anuncia a redução do preço do diesel em R$ 0,20. É pouca coisa? Sim, é pouca coisa. Mas você pode ver: o caminhoneiro põe em média 500 litros de diesel".
Bolsonaro então pede ajuda aos auxiliares para calcular o valor poupado pelos caminhoneiros em cima do exemplo dado. E completou que com o valor economizado pelos caminhoneiros, eles poderão "almoçar, jantar, tomar um café e tomar uma água de coco na pista".
"R$ 100 é dinheiro. R$ 100 a pessoa pode almoçar, jantar, tomar um café e tomar uma água de coco na pista. É isso mesmo? R$ 100 é dinheiro para caramba. Então, a Petrobras, com o novo presidente agora, anuncia a redução do preço do diesel. Parabéns à Petrobras. Já haviam reduzido nas duas últimas semanas 35 centavos o preço da gasolina na refinaria. A gente espera que outras reduções aconteçam na nossa Petrobras", concluiu.
Por meio de nota, a Petrobras detalhou a composição do novo valor. "Considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 5,05, em média, para R$ 4,87 a cada litro vendido na bomba", informou a estatal.
- Diário de Pernambuco