Iguaracy- Escola Diomedes realizou Culminância Do Projeto “A Pátria é nossa, nós fazemos a história”: Evento teve como destaque a exposição da cultura Afro-brasileira

Capoeira
Na tarde da última sexta-feira (27) na Escola Municipal Dr. Diomedes Gomes Lopes, em Iguaracy, aconteceu à culminância do projeto do Dia da Independência, com o tema: “A Pátria é nossa, nós fazemos a história – Enquanto a cor da pele for mais importante do que o brilho dos olhos, haverá guerra...”.
O objetivo do evento é proporcionar a integração entre os alunos e a comunidade, incentivando práticas saudáveis, quebrando tabus e promovendo vivências na criação de ideias sobre assuntos importantes para cidadania.
Centenas de visitantes prestigiaram o acontecimento. São educadores, alunos e pessoas dos diversos setores da comunidade, que estiveram assistindo as apresentações e conhecendo o bonito trabalho da Escola. Os professores trabalharam temáticas voltadas à valorização da rica cultura africana, discriminação racial, dentre outros temas que fazem parte da história do Brasil.
Exposição de comidas típicas
Veja os temas: “Brinquedos e Brincadeiras - Herança Cultural Africana” (Creche e Educação Infantil), “Arte Afro-brasileira – Fazendo História Com as Mãos” (1º, 2º e 3º ano e Programa Mais Educação), “Cultura Afro: Vestuário, Música e Dança” (3° ano), “Passado e Presente de Discriminação Racial” (3º, 4° e 5º ano), “Culinária Afro-brasileira: Conhecer Para Valorizar” (7º ano), “Pessoas de Destaque Social Provenientes da População Afro” (2º, 3º e 4º Fase), “Leis de Proteção e Incentivo a População Afro-brasileira” (9° ano), “Organizações Sociais de Resistência Valorização da Cultura Afro-brasileira” (9º ano), “A Influência do Idioma Africano no Vocabulário Brasileiro” (9º ano), “Jogos Africanos” (6º ano), “Jogos Matemáticos” (6º ano) e “Num Círculo Eu Faço o Mundo” (Profª Marinalva Araújo e alunos da sala multifuncional).
Objetos produzidos pelos alunos e professores da Educação Infantil
Para a Diretora da Unidade, Rita Lima, a escola é um espaço adequado para desenvolver estratégias que possam contribuir com a formação moral do aluno. ”A escola é um espaço por excelência para incentivarmos a cultura de paz que tanto almejamos, e precisamos. Momentos como esses servem para oportunizar ao alunado o aprender algo mais que os conteúdos curriculares que somos obrigados a repassar para eles. É uma forma de trazer a realidade para dentro da escola, para que possamos compreendê-la e interagir melhor”, destaca.
Aluna apresenta conteúdo aos visitantes
Todo trabalho foi exposto nas salas para a visitação. Durante as apresentações culturais, foram prestadas homenagens através de danças e música africana. Além disso, o momento incentiva o respeito às diferenças e prevenir práticas incorretas como o racismo e o bullyng entre o alunado.
Destaque para o trabalho dos alunos do EJA
A Profº Marinalva Araújo explica sobre a sala multifuncional, que atende alunos com necessidades especiais do Município.
A sala possui mobiliário, materiais didáticos e pedagógicos, recursos de acessibilidade e equipamentos específicos para o atendimento dos alunos que são público alvo da Educação Especial e que necessitam do AEE no contraturno escolar.
Veja todas as imagens CLIQUE ABAIXO