Whatsapp deixará de cobrar taxa de assinatura anual

Nesta segunda-feira (18), o fundador do WhatsApp, Jan Koum, anunciou que vai deixar de cobrar a taxa anual de inscrição do aplicativo para remover as barreiras que alguns usuários enfrentam ao usar o serviço, afirmou o portal Recode.
“Isso não funciona muito bem”, disse. O fundador reforço que um ano atrás, um dólar poderia não parecer muito, mas hoje o acesso ao cartão de crédito não é tão difundido assim. “Nós não queremos que as pessoas pensem que em algum momento a sua comunicação com o mundo será cortada”, disse.
Hoje, o uso do WhatsApp é gratuito no primeiro ano e, nos anos seguintes, é cobrada uma taxa de US$ 0,99. Os usuários que já pagaram a taxa esse ano não terão o dinheiro de volta, porém, e demorará algumas semanas até que toda a estrutura de pagamento esteja fora do aplicativo.
“Naturalmente, as pessoas podem se perguntar como planejamos manter o WhatsApp funcionando sem as taxas de inscrição e se esse anúncio significa que estamos introduzindo anúncios de terceiros. A resposta é não. A partir desse ano, nós vamos testar ferramentas que permitem que você use o WhatsApp para se comunicar com organizações e negócios que você se interessa. Isso poderia significar comunicar-se com seu banco caso uma transação recente seja fraudulenta ou com uma companhia aérea se seu voo for atrasado. Nós todos recebemos essas mensagens em todos os lugares, através de ligações e mensagens de texto, então queremos testar novas ferramentas para facilitar isso no WhatsApp, enquanto lhe oferecemos uma experiência sem anúncios de terceiros e spam”, escreveu a empresa em seu blog.
O fundador ainda disse que, embora os negócios já encontrem maneiras de usar o WhatsApp para alcançar os consumidores, a empresa pode facilitar esse processo, embora ainda não tenha nada pronto para isso.

Share/Bookmark

0 comentários: