Cometas "gêmeos" passarão raspando pela Terra

Dois possíveis cometas "gêmeos" estão passando de raspão pela Terra durante esta semana.
De acordo com a NASA, a passagem dos dois corpos celestes teria ainda uma novidade extra pelo fato de as rochas possuírem um parentesco muito próximo. A agência norte-americana suspeita que as pedras espaciais seriam, na verdade, parte de um cometa maior. Os motivos são que os cometas estão basicamente na mesma órbita e possuem a mesma idade: em torno de cinco anos.
O primeiro deles fez sua passagem "rasante" pela Terra (falando em distâncias astronômicas) nesta segunda-feira. O cometa chamado de 252P/LINEAR, com aproximadamente 230 metros de diâmetro, passou por nosso planeta a uma distância de 5,2 milhões de quilômetros. Hoje será a vez do seu irmão, o P/2016 BA14, que só foi identificado em janeiro. Ele passará um "pouco" mais perto de nós: a 3,5 milhões de quilômetros.

O P/2016 BA14 é o terceiro cometa a chegar mais perto do planeta que se tem conhecimento.
O que esteve mais próximo de nós foi o Lexell, no dia 1° de julho de 1770, quando esteve a 2,2 milhões de quilômetros.O segundo a passar mais perto foi o C/1983 H1 (IRAS-Araki-Alcock), a 4,6 milhões de quilômetros.
Fontes: Folha de São Paulo , DW
Imagem: Solarseven/Shutterstock.com

Share/Bookmark

0 comentários: