PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Vídeo mostra momento em que esposa de vereador é assassinada

 
Um vídeo divulgado nesta quarta-feira (2) mostra o momento em que Erica da Silva Souza Leite, 30 anos, foi assassinada a facadas na porta de casa, em Tabira, no Sertão de Pernambuco. A vítima era esposa do dentista e vereador eleito, Marcílio Pires.
As imagens flagraram quando a mulher abriu a porta da residência e foi atingida por um golpe de faca no pescoço. Erica ainda tentou reagir, mas o suspeito a ameaça com a arma e foge
Ela chegou a ser levada para o hospital da cidade, mas já deu entrada sem vida. O crime aconteceu na terça-feira (1º)
A INVESTIGAÇÃO
Poucas horas depois do crime, o assassino foi encontrado. O homem, José Tenório da Silva, confessou o crime e apontou a ex-esposa do vereador Marcílio Pires, Maria Silvaneide da Silva Patrício, de 44 anos, como a mandante do homicídio.
Em depoimento, a mulher disse que pagou R$ 1 mil para José Tenório executar o crime. Os dois foram autuados por homicídio duplamente qualificado. A Delegacia de Tabira está investigando o caso e tem até 10 dias para concluir o inquérito. A principal hipótese da polícia é que se trata de um crime passional, já que a mulher nunca aceitou o fim do relacionamento, segundo testemunhas.
Nas últimas eleições, Maria Silvaneide foi candidata a vereadora pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC) e recebeu 41 votos. (Tv Jornal)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Dr. Jorge Damasceno relata a forma como foi tramado a morte da esposa de Dr. Marcílio em Tabira

O delegado Dr. Jorge Damasceno, fala como foi desfecho do crime que vitimou a jovem Paulinha na cidade de Tabira e como foi articulação para esclarecer os fatos.
Primeiro optamos em trazer o caso para Afogados devido a situação a comoção da população em Tabira e também para facilitar nosso trabalho de investigação.
Citou o Coronel Souza, comandante do 23º BPM que se empenhou juntamente com sua equipe, as polícias militar e civil, também falou da importância da contribuição da Guarda Municipal de Tabira para chegar ao executor.
Primeiros passos depois da prisão:
Dr. Jorge disse que foi trabalhar a informação com autor para saber a motivação se havia mandante, ele apresentou uma argumentação frágil, não tinha sentido a vítima está devendo algum dinheiro a ele, diante desta fragilidade nós trabalhamos essas informações. Finalmente ele veio a confessar o crime e apontou a mandate que foi a Paquita, inclusive no qual já era suspeita devido ao envolvimento no caso, já faz dez anos que existe conflito do casal, ela com o ex- companheiro inclusive já gerou vários procedimentos em Afogados e Tabira, então desde o início se mostrava a principal suspeita, o que foi confirmado com as declarações do executor.
Perfil do executor:
Disse que o executor não tinha experiência, que ele não planejou, apesar que ele foi ao local com a mandante. Ela levou ele no próprio carro até a casa da vítima, mostrou o local, inclusive os fundos da casa, ele é um homem atormentado com dificuldades financeiras, uma pessoa muito simples, esse incentivo e o dinheiro, qualquer quantia em dinheiro para ele na situação que estava, ele imaginou que poderia ajudá-lo, então ele topou participar desta empreitada, ele não tinha experiência e nunca praticou este tipo de crime.
uma semana antes do fato ele rondava a casa da vítima, as pessoas pensavam que ele era um mendigo pela a própria forma como ele se vestia, disse também que teve a notícia que a vítima chegou a desconfiar dele, mais imaginou que se tratava de um mendigo, e a gente sabe que ele procurou saber, ele teve esse cuidado de saber se ela estava só em casa sem o companheiro, inclusive ele esteve na clínica onde trabalha Dr. Marcílio, depois foi a casa da vítima e assim ele atacou, ela tão logo quando abriu o portão de casa foi logo atacada com um golpe só, que atingiu o pescoço dela.
Trabalhando a informação com o executor na delegacia quando ele revelou o nome da mandante (Paquita), nós conseguimos ao verificar a carteira dele e encontramos justamente o número do telefone da pessoa que lhe indicou como sendo a mandante, segundo o executor papel foi escrito pela mandante para dificultar, o número 5 era para substituir pelo 9 que foi um código combinado com ele e mandante para dificultar identificação.
Sobre o valor:
Dr. Jorge disse que procede a informação do valor de 1 mil reais para executar o crime, que ele recebeu 500 em espécie antes da execução do crime e ficaria para receber outra parte depois, segundo ele, o executor disse afirma categoricamente, nós não acreditamos exatamente nesta quantia mais devido o estado de pobreza dele 1 mil reais já representava um valor significativo.
Atitude de Paquita diante dos fatos:
Delegado disse que a mesma foi procurada, e ela esteve na delegacia justamente alegando está com medo de ser identificada como mandante ou está envolvida no crime, ela quis apresentar um álibi que não existia, e ai diante das evidências ela foi presa.
A mandante confessou o crime.
Ela continua negando, inclusive foi feito uma acareação, eu tive conhecimento que alguns blogs divulgaram que ela confessou, mais ela não confessou, mais o executante foi bastante seguro diante da acareação, ela sim é uma pessoa que demonstrou bastante frieza, nem um momento ela perdeu a calma, uma pessoa muito fria, depois fomos atrás de buscar mais provas que realmente comprovasse que realmente ele esteve com ela, na semana passada foi confirmado pela família que ela chegou ir na casa dele.
Esse conjunto de provas inclusive a letra do pequeno papel que foi encontrado com o número do telefone bastante semelhante com a letra dela disse o delegado Dr. Jorge Damasceno em entrevista hoje (02), na rádio Pajeú de Afogados da Ingazeira no programa do companheiro Nill pela manhã.
Blog Marcos Montinely

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Gás de cozinha está mais caro em Pernambuco

Nova política de preços da Petrobras eleva o preço final do GLP para o consumidor em 4%
Valores mais altos já começaram a valer, mas há distribuidores segurando repasse para o consumidor
Foto: Internet/reprodução
JC Online
Após encarar um aumento na conta de energia elétrica em novembro, o consumidor pernambucano enfrenta agora a alta do preço do gás de cozinha (GLP, ou gás liquefeito de petróleo), que está pelo menos 4% mais caro desde ontem. O preço médio do botijão de gás de cozinha com 13 kg no Estado era de R$ 49,43, de acordo com cálculos baseados em informações da Agência Nacional de Petróleo (ANP). O aumento, portanto, é de aproximadamente R$ 2 por unidade para o consumidor, mas pode ser maior, já que não há regulação de preços mínimos e máximos praticados pelo setor.
O acréscimo é resultado de uma nova política de preços da Petrobras, que cobrará das distribuidoras de GLP o custo de uso da infraestrutura das refinarias para obter o produto final. Antes, esse valor era absorvido pela própria estatal.
Na opinião do presidente da Associação Brasileira dos Revendedores de GLP (Asmirg-BR), Alexandre Borjaili, a medida de encarecimento vai na contrapartida da oferta de valores mais baixos para a gasolina e para o diesel anunciados pela petroleira cerca de duas semanas atrás. “Nós, empresários, não conseguimos entender como a Petrobras baixa o preço do combustível e aumenta o do GLP. Vai ser um grande prejuízo para a gente e também para o consumidor, porque não tem jeito, os custos terão de ser repassados”, comenta. “Também consideramos um desrespeito a falta de comunicação deles com os distribuidores, porque não nos enviaram nem uma nota sobre o assunto”, completa.
Para as distribuidoras, o botijão de gás do tipo P13, utilizado em residências, ficou cerca de R$ 1,17 mais caro, enquanto o P20 e o P45,utilizados em condomínios, comércios e indústria, estão custando R$ 1,80 e R$ 4,05 a mais, respectivamente. “Apesar de parecer um aumento pequeno para os empresários, impacta muito o setor, que já é bastante comprometido, porque não existe uma regulação clara de preços e não há controle de abusos. Um botijão sai da Petrobras custando cerca de R$ 13, mas averiguamos que em localidades do Norte e Centro-Oeste, eles podem ser revendidos por até R$ 90. Então, quem controla esses abusos?”, questiona.
Vendas ilegais também preocupam quem trabalha com a venda direta para o consumidor final. “Se o preço subir muito, ninguém vai comprar. Então apesar desse aumento, a gente está tentando não repassar para o consumidor por enquanto. Até porque, aqui no bairro, existem muitas pessoas que vendem o gás de cozinha contrabandeado. Aumentar o valor é favorecer esse mercado”, afirma Shayanne da Silva, funcionária da Recife Gás, revendedora localizada nas imediações de Joana Bezerra.
Em nota, a Petrobras defende que os repasses para distribuidoras não vão ultrapassar R$ 0,20 no preço do produto para distribuidoras e que os contratos com as revendedoras refletem mudanças na composição de preços de logística.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Explosões e assaltos a bancos viram rotina em Pernambuco

Agências do Bradesco e do Banco do Brasil foram explodidas em Gameleira, na Mata Sul Foto: Guga Matos/JC Imagem Os pernambucanos já estão cansados: quase todo mês, um ou mais casos de explosões a caixas eletrônicos, furtos, roubos ou assaltos a banco são registrados, principalmente no Interior do Estado. O caso mais recente foi o da madrugada desta quarta-feira (2), quando bandidos explodiram parte das agências do Bradesco e do Banco do Brasil de Gameleira, na Zona da Mata Sul.
De acordo com o levantamento divulgado pelo Sindicato dos Bancários de Pernambuco nessa terça (1º), desde o início de 2016, foram registrados 13 assaltos, cinco sequestros, 28 explosões e 13 arrombamentos de agências das instituições financeiras. Nos terminais de autoatendimento instalados fora das agências, foram 128 ataques, além de cinco explosões de carros-fortes.
Ainda segundo o sindicato, de janeiro a outubro deste ano, 11 cidades no Sertão, 7 no Agreste e 6 na Zona da Mata do Estado foram alvo dos bandidos. Os bancos mais atacados são Banco do Brasil (BB), Caixa Econômica Federal (CEF), Bradesco e Santander. As ocorrências foram registradas em todas as regiões do Estado, atingindo 37 municípios. Só do Banco do Brasil, são 44 agências que seguem fechadas em decorrência das investidas. No mesmo período, foram roubados 24 revólveres calibre 38, 216 munições, 18 coletes à prova de bala e explodidos 5 carros-fortes.
ASSALTOS NESTA MADRUGADA - Além de explodir as agências do Banco do Brasil e Bradesco de Gameleira, os suspeitos também arrombaram uma farmácia e um supermercado no centro da cidade. Na fuga, ainda atearam fogo em um carro e jogaram grampos na BR-101, para dificultar o acesso da polícia ao local do crime. Um dia antes, criminosos explodiram caixas eletrônicos do banco Bradesco e a agência do Banco do Brasil em Pedra, no Agreste. Quando fugia, o grupo também colocou grampos nas estradas que dão acesso ao município.
No dia 27 de outubro, o tesoureiro do Banco do Brasil de Bezerros e sua família foram sequestrados. O funcionário da agência teve um explosivo amarrado em uma das pernas. No dia 24 de outubro, um grupo de cerca de sete homens armados explodiu os caixas eletrônicos do Setor Laranja do Moda Center Santa Cruz, em Santa Cruz do Capibaribe. Os suspeitos também fugiram e ainda não foram localizados.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Neste feriado nosso blog traz um alerta: nunca use o celular ao dirigir.

Você já viu o vídeo deste acidente? – Não use o celular ao dirigir.
Todos nós já sabemos disto, não é mesmo? Dirigir falando ao celular ou lendo mensagens é um risco enorme. Isto sem contar que é uma infração de trânsito.
Tem gente que até escreve mensagem ao dirigir. Uma loucura total.
O vídeo abaixo já recebeu mais de 60 mil visualizações no youtube. Ser você avançar o vídeo um pouco antes dos 51 segundos, irá perceber que este foi o último instante em que o motorista olhou para a via. 
Nove segundos depois ele causou um acidente. Foram apenas nove segundos. Depois disto veio a triste realidade.
Pessoas acidentadas
Prejuízo financeiro
Risco de perder o emprego
Multa
Danos psicológicos
Se estivermos usando um celular ao dirigir o nosso foco de atenção fica dividido. Isto é um fato.
Hoje no Brasil os estudos apontam que 1 em cada 3 acidente são devido ao uso de celular enquanto se dirige. É uma ilusão achar que se pode fazer duas coisas ao mesmo tempo. Os acidentes devido ao uso de celular já ultrapassa os acidentes causados pelo álcool.
Mas por que continuamos agindo desta forma? Por que sempre vem aquela necessidade irresistível de olhar uma mensagem no celular ou de atender aquela ligação?
Trata-se de uma sensação de falsa urgência que nosso cérebro cria. Mas se você analisar com frieza, irá perceber que a grande parte das mensagem ou ligações não são urgentes.
O que você pode fazer para evitar a tentação de usar o celular ao dirigir? Abaixo destaco 5 dicas que vai te ajudar:
1) Usar o aplicativo “Mãos no volante”
Este aplicativo pode ajudar bastante as pessoas que não conseguem resistir a uma ligação ou telefonema. Com ele você determina o tempo que o celular ficará bloqueado para chamadas e mensagens.
Criado pelo Ministério das Cidades, você pode fazer o download gratuito do aplicativo Mãos no Volante no link (http://www.paradapelavida.com.br/maos-no-volante/), vale a pena conferir. Por enquanto ele está disponível apenas para o sistema Android.
2) Manter o celular em modo Silencioso.
Outra forma é deixar o celular no modo silencioso, assim você não irá perceber que ele está tocando ou que uma mensagem chegou. Neste caso também é importante desabilitar a função de vibração. A gente sempre acaba percebendo quando o celular vibra.
3) Manter o celular fora do alcance.
Para as pessoas com muita dificuldade o jeito é deixar o celular fora do alcance. E se deixar no porta luvas também não basta, então deixe ele no porta-malas. Ai é certeza que você não irá conseguir usar o celular.
4) Adquira o hábito de parar o veículo para usar o celular.
Se você está aguardando uma ligação urgente ou realmente precisa usar o celular, então procure um local seguro para encostar o veículo. Vale mais a pena investir 5 minutos numa parada segura, do que colocar sua vida e de outras pessoas em risco.
5) Pensar nos problemas que você pode ter em caso de acidente. 

Pensar nas consequências também é uma forma de nos disciplinarmos quanto ao uso do celular. Imagine a situação se você causar a morte de uma pessoa? Imagine o prejuízo financeiro mesmo que não tenha vítimas.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Motorista se distrai com celular e mata quatro em acidente na Inglaterra; vídeo


Acidente violento na Inglaterra: distração fatal no celular Foto: Reprodução/YouTube
Um vídeo de quase 20 segundos mostra o momento em que um motorista de caminhão causa um trágico engavetamento em uma estrada de Bedfordshire, na Inglaterra.
Motorista do caminhão, Tomasz Kroker, de 30 anos, se distraiu e perdeu o controle da direção. Quatro carros de passeio foram atingidos no acidente.
No quarto veículo estavam Tracey Houghton, de 45 anos, seus dois filhos, Ethan e Josh Houghton, de 13 e 11 anos, respectivamente, e sua enteada, Aimee Goldsmith, de 11 anos.
 
Tracey Houghston morreu em acidente trágico em estrada inglesa Foto: Reprodução/Facebook
Os quatro morreram na hora, no momento em que o automóvel foi prensado contra a parte de trás de um outro caminhão.
Mark Goldsmith, marido de Tracey e pai das crianças mortas no acidente, estava exatamente no veículo atrás de sua mulher, acompanhado de Mark Goldsmith, um outro filho do casal. Os dois foram resgatados, levados a um hospital, mas sobreviveram.
 
Ethan, Aimee e Josh: desfecho trágico em engavetamento na Inglaterra Foto: Reprodução
O flagrante da câmera do caminhão em que estava Tomasz foi fundamental para elucidar o real motivo pelo qual o motorista perdeu o controle da direção. Tomasz Kroker, que foi julgado na semana passada e condenado a 10 anos de prisão, confessou que perdeu a concentração ao mudar uma música no player do celular.
 
Thomas Kroker: condenado a 10 anos de detenção por direção perigosa Foto: Divulgação

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Pela 1ª vez, internet em smartphones e tablets supera uso no computador

 
Pela primeira vez, o consumo de internet a partir de smartphones e tablets excedeu o uso por meio de computadores em outubro de 2016, informou nesta terça-feira, 1º, a companha de análise independente StatCounter.
Dominada por PCs, o uso de internet vem de caindo desde 2009, mas ainda se mantinha à frente. Foi só apenas no mês passado que o jogo virou. Celulares e tablets passaram a responder por 51,3% do consumo de conteúdos conectados.
Para efetuar o cálculo, a StatCounter considera o volume de dados gerados – não o tempo gasto em cada plataforma nem o número de usuários. Ainda que os dados indiquem o predomínio dos aparelhos móveis em nível mundial, alguns países ainda não fizeram a migração.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Comissão do Senado aprova projeto que torna vaquejada manifestação cultural

 
A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou hoje (1º) projeto de lei que torna a vaquejada patrimônio cultural imaterial e manifestação da cultura nacional. A proposta é uma tentativa de reverter decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de considerar a prática inconstitucional, por estar ligada a maus-tratos de animais.
Durante a discussão do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 24/2016, do deputado Capitão Augusto (PR-SP), o senador Roberto Muniz (PP-BA) defendeu a vaquejada e disse que a prática é diferente das touradas, por exemplo, em que não há “carinho” entre o homem e os animais, segundo ele.
“Diferente de outros esportes, em outros países, como a tourada, onde a luta era entre o toureiro verso o touro, do ser humano verso o seu animal, na verdade esse esporte [vaquejada] nasce de uma necessidade e do carinho que o vaqueiro tem pelo animal”, disse.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Piloto de 'cinquentinha' sem carteira começou a ser multado a partir desta terça (1º)

A partir desta terça-feira (1º), o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) vai punir os condutores de ciclomotores que circularem pelas ruas, avenidas e estradas do estado sem habilitação ou registro. Isso vale, sobretudo, para quem pilota as motos de até cinquenta cilindradas, conhecidas como cinquentinhas.
Quem for flagrado pilotando uma cinquentinha sem a habilitação especifica, a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) ou a Carteira Nacional de Habilitação do Tipo A, será enquadrado na nova Lei 13.281/2016. A partir desta terça, as multas estarão mais caras.
Pilotar uma cinquentinha sem habilitação é considerada uma infração gravíssima. O valor é multiplicado por três. Assim, o condutor terá que desembolsar R$ 880,40. Além disso, perde sete pontos na carteira. Para o caso de pilotar a moto de até 50 cilindradas, a multa é gravíssima e vale R$ 293, 47.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...