https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Meninas estão deixando de ir à escola por medo de usar banheiros sem gênero (unisex).

Projeto no Reino Unido que beneficia “crianças trans” está coagindo meninas e colocando a saúde física e mental delas em risco.
Banheiro transgênero. (Foto: Buzzworthy)
A imposição de banheiros de gênero neutro em escolas do Reino Unido tem levado inúmeras meninas a ficarem inseguras por terem que dividir o mesmo espaço com os meninos.
Pais e professores estão alertando os administradores das escolas sobre o caso, dizendo que meninas que já menstruaram estão com medo e vergonha e muitas evitam ir para a escola durante o período.
A reportagem do Daily Mail diz que é crescente o número de escolas primárias e secundárias que estão instalando banheiros unissex que, na teoria, serviria para não constranger crianças transgêneros.
Mas a medida tem levado meninas a comprometerem até mesmo suas saúdes, pois elas estão se recusando a usar o banheiro da escola, o que pode gerar infecções urinárias e da bexiga.
“Outras garotas até pararam de beber líquidos na escola, com medo de poder usar o banheiro unissex”, diz a reportagem.
Pais e professores disseram que as alunas se sentem muito desconfortáveis ​​e até inseguras ao compartilhar banheiros com os estudantes do sexo masculino.
“Os efeitos psicológicos das meninas que não se sentem seguras o suficiente para usar banheiros mistos também são preocupantes”, disse a Dra. Tessa Katz ao jornal.
Diante deste problema relatado, neste domingo, políticos e médicos pediram que as escolas interrompessem a prática de banheiros unissex.