Lava Jato investiga assassinato de delator que revelou esquema na Petrobras

A força-tarefa da Lava Jato no Paraná investiga o assassinato do empresário baiano José Roberto Soares Vieira, 47 anos, em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). A suspeita é de que o crime, ocorrido em 2018, tenha acontecido após ele delatar esquema de propinas pagas ao ex-gerente da Petrobras, José Antônio de Jesus, de quem foi sócio.
Em depoimento prestado em novembro de 2017, José Roberto contou à Polícia Federal que se desentendeu com o sócio porque ele usava a empresa para receber pagamentos de terceiros, inclusive de subsidiárias da Petrobras, sem que os serviços fossem prestados, o que configura o recebimento de propina.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO GOVERNO DE IGUARACY