https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Às vésperas do Carnaval, usuários reclamam de falta de maconha em Pernambuco

Falta de maconha é assunto comentado entre usuários de Pernambuco, que chegam a pagar até 40% a mais para consumo; apreensões bateram recorde em 2019
Todo ano é parecido. Chega perto do Carnaval, a maconha escasseia e fica mais cara. Nesse último mês foi diferente. A “massa” simplesmente sumiu. Em Pernambuco, o soltinho – produto plantado no estado – está difícil de ser encontrado desde a segunda quinzena de dezembro.
Pela cidade, as histórias se repetem. Usuários de décadas de repente se viram sem nem um baseado. Pessoas que fazem bolos e brisadeiros, também. Há quem pagou R$ 400 em 50 gramas da bodinho, uma maconha mais gourmet que geralmente sai por R$ 300, mas até ela chegou a faltar. Em muitos círculos, o aumento do preço do soltinho chegou a 40%.
Clique aqui e leia a matéria na íntegra do IG: