https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Alessandro Queiroz esclarece acontecimento do último sábado e informa as medidas que o Supermercado Avistão vem tomando em relação ao COVID-19.

O diretor-presidente do Grupo AQL, Alessandro Queiroz, entrou em contato com a redação da Web Sertão para esclarecer com relação a matéria publicada em nosso blog neste último sábado (11). O empresário afirmou que não tratou-se de nenhuma promoção e que a rede de Supermercados Avistão vem trabalhando no sentido de cumprir com todas as normas que estão no decreto do Governo do Estado.
Disse que o formato que foi dado na matéria, é que o Avistão estivesse fazendo promoções de Ovos de Páscoa, isso partindo de uma postagem que o gerente da loja fez no seu perfil pessoal do Facebook e que alguns interpretaram como promoção ou algo do tipo. Alessandro disse estar sempre preocupado com a questão de evitar aglomerações, e que se fosse realmente uma promoção, teria utilizado dos meios oficiais de publicidade pago pela empresa ou até mesmo divulgado na página oficial da empresa no Facebook.
Disse que já vem se resguardando sem fazer nenhum tipo de promoção justamente para não ter nenhum tipo de aglomeração, mas que independente de publicidade ou não, no Sábado de Aleluia que antecede o Domingo de Páscoa, é natural que a população vá as ruas atrás de comprar os Ovos de Páscoa.
Alessandro disse achar que foi uma atitude precipitada por parte do Ministério Público em fazer a intervenção na loja, haja vista que o Avistão está tomando todas as medidas possíveis e necessárias respeitando rigorosamente o decreto do Governo do Estado.
Sobre a quantidade de pessoas que havia dentro da loja no momento da intervenção, Alessandro disse que a empresa estava agindo seguindo os dados técnicos que o Governo estabelece com o distanciamento mínimo de dois metros por pessoa, como a loja em Iguaracy ao todo tem 340 metros quadrados, tirando 50% que é o espaço ocupado pelas prateleiras, fica ainda com 170 metros quadrados de área livre para os clientes, isso dividido por 2 metros quadrados que é a distancia que o Governo pede, ainda poderia-se ter uma aglomeração no supermercado de 85 pessoas, como no local tem 30 funcionários fichados, a loja poderia então permitir a entrada de até 55 clientes, porém, para melhorar ainda mais a prevenção, a loja está permitindo a entrada de no máximo 30 pessoas por vez.
Disse que preparou um ofício para o Governo do Estado, para as Prefeituras onde as lojas estão localizadas, para o Ministério Público, Polícia Militar e Civil, para informar as medidas que o Avistão vem tomando contra a proliferação do Covid-19.
Disse que a sua intenção é evitar que outras atitudes precipitadas de fechamento de supermercado aconteçam novamente. "Isto é feio para nós, o Avistão está para contribuir com a sociedade e não para os prejudicar" disse o empresário que finalizou dizendo: "Nosso objetivo não é ir contra as autoridades e sim buscar parcerias procurando soluções para passar por esta pandemia da melhor maneira possível".
Abaixo algumas das medidas que a rede de Supermercados Avistão vem tomando em relação aos cuidados preventivos contra a disseminação do coronavírus:
- Foi instalado uma pia na porta do supermercado para os clientes lavarem as mãos, algo que nenhum outro comerciante fez em Iguaracy;
- Foram feitas as barreiras para o controle da entrada das pessoas;
- Todos os funcionários estão trabalhando com máscaras;
- Foi reduzido o fluxo de clientes dentro da loja para 30 pessoas;
- Após o uso individual de cada cliente, um funcionário faz a higienização dos carrinhos e cestinhas borrifando álcool 70.
- Foi colocado barreiras nos caixas, para dar o distanciamento dos clientes;
- Foram colocados divisórias de acrílico entre os clientes e os caixas;
- Quando o caixa termina de atender um cliente, faz imediatamente a higienização da máquina de cartão de crédito (teclado e mesa).
- Vendedores vindos de fora não entram mais nos estabelecimentos, as compras estão sendo realizadas apenas por telefone;
- Promotores que fazem arrumação em lojas, estão proibidos de irem para outras cidades;
- A empresa está dando férias coletivas para ajudar a diminuir a quantidade de pessoas nas lojas.
Além destas medidas, Alessandro disse que encomendou mil máscaras que serão entregues na próxima quinta-feira (16), uma parte irá ficar nos supermercados e outras serão doadas a clientes que necessitem.
Alessandro disse ainda que está chegando nas lojas uma grande quantidade de álcool gel, que conseguiu com um fornecedor na Bahia num investimento de 65 mil reais e que irá repassar para os clientes a preço de custo, colocando apenas o imposto da fronteira onde acredita que o litro não irá chegar nem a 15 reais.