http://www.afogadosveiculos.com/p/blog-page_15.html?m=1/

Repatriação de brasileiros aumentou gastos com cartão corporativo, esclareceu Bolsonaro

Em conversa com apoiadores, na manhã desta segunda-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar a imprensa para justificar o aumento dos gastos com o cartão corporativo entre janeiro e abril deste ano. Segundo revelou o jornal Folha de S. Paulo, no final de semana, as despesas ultrapassaram R$ 3,76 milhões no período – ante R$ 1,98 milhão entre janeiro e abril de 2019.
De acordo com Bolsonaro, o crescimento das despesas – que estão sob sigilo – tem relação com a repatriação de brasileiros que estavam na China. “Foram três aviões da Força Aérea. Por ser avião militar, foi financiado com cartão corporativo meu”, disse ele, em frente ao Palácio da Alvorada. Em seguida, o presidente contestou a divulgação dos gastos por veículos de comunicação definidos por ele como “mau caráter e irresponsáveis. Mentem 24 horas por dia!”.
No último domingo (10), o presidente já havia criticado a divulgação dos gastos. “Até gasto com cartão corporativo gera polêmica”, rebateu Bolsonaro. Segundo a reportagem da Folha, as faturas com cartão corporativo da Presidência República têm sido, em média, maiores no governo Bolsonaro do que nos de Michel Temer (MDB) e de Dilma Rousseff (PT).
Diferentemente de outros dias, Bolsonaro utilizou máscaras ao se aproximar para conversar com apoiadores. Ele ainda fez menção ao uso da hidroxicloroquina – medicamento defendido pelo chefe palaciano para o tratamento de casos de coronavírus.