https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Aeroportos de Serra Talhada e Caruaru terão que esperar mais tempo para operar

Aeroporto em Serra Talhada estava previsto para julho o início das operações
Os aeroportos Oscar Laranjeira, em Caruaru e Santa Magalhães, em Serra Talhada, vão ter que esperar um pouco mais para começar a receber voos comerciais. Já atrasados, os serviços nos aeródromos foram impactados pela pandemia do novo coronavírus.
Em Serra Talhada, o aeroporto deveria ter começado a operar desde julho, de acordo com uma previsão do Governo de Pernambuco atualizada em novembro de 2019. Companhias aéreas que demonstraram interesse em operar voos partindo do Recife para estes municípios também seguem aguardando. A Azul, por exemplo, tem um hub na capital pernambucana e lançou nessa terça-feira (11) uma nova empresa de aviação sub-regional, chamada Azul Conecta, para voar para cidades menores.
A Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra) informa que os projetos dos dois terminais do interior sofreram alterações e estão sendo acompanhados de perto. Através de nota, a secretaria informou que o projeto de engenharia necessário para a contratação das obras de reestruturação, divididas em duas etapas, está em andamento em Serra Talhada.
PRIVATIZAÇÃO – O Governo do Estado está avaliando ainda dois estudos técnicos que deverão subsidiar a modelagem de concessão para expansão, exploração e manutenção dos três aeródromos (Serra, Caruaru e Fernando de Noronha), em parceria com a iniciativa privada. A conclusão do processo só deve ocorrer daqui a pelo menos dois anos.
Dos sete aeródromos de Pernambuco administrados pela gestão estadual (Araripina, Arcoverde, Caruaru, Fernando de Noronha, Garanhuns, Salgueiro e Serra Talhada), apenas o da ilha recebe voos comerciais.