https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Setembro de 2020 repete cenário de CVLI do ano passado

Os homicídios em Pernambuco, no último mês de setembro, chegaram a 288, um acréscimo de 6 casos na comparação com o nono mês de 2019, que terminou com 282 vítimas. Percentualmente, a oscilação representa 2%. Houve recuo nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em três das quatro regiões do Estado.
O Agreste apresentou o recuo mais significativo, com -13,41%, pois reduziu de 82 para 71 o número de vítimas.
Na Zona da Mata, a queda foi de 12,7%: de 63 para 55 casos.
Já nos municípios da Região Metropolitana, com exceção do Recife, a retração de 76 para 73 ocorrências resultou numa diferença de -3,95%.
Já no Sertão, verificou-se crescimento de 43,75% (de 32 para 46) nos CVLIs em setembro de 2020.
“Tivemos um setembro de 2020 muito semelhante ao mesmo mês no ano passado, nas estatísticas de CVLI. O Sertão puxou essa oscilação para cima. Essa região nos mostra uma realidade mais acentuada em relação às demais. Fizemos um estudo que mostra que 56% dos homicídios nos municípios sertanejos são de proximidade, ou seja, por intolerância de diversas formas, violência doméstica e intrafamiliar, discussões em bares, festas ou brigas de vizinhos. A média geral do Estado, incluindo o Sertão, é de 28%. Ao contrário do que se verifica em outras regiões, onde há predominância da atividade criminosa e tráfico de drogas na motivação dos crimes, no Sertão há a agressão por impulso, o uso da violência como afirmação de força na comunidade. Em geral, prendemos esses agressores rapidamente, e eles costumam alegar arrependimento do que fizeram sob forte emoção, ou sob efeito de álcool, por exemplo. Mas aí já é tarde, pois já mataram alguém, causaram danos irreparáveis e destruíram as próprias vidas”, comentou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.
O secretário explica que trabalhos estão em curso para prevenir crimes e retirar de circulação acusados de homicídios.
“Só em setembro de 2020, as forças de segurança prenderam 185 acusados de homicídio, 82 deles em flagrante”, diz.
De acordo com a SDS, cmputando os dados desde janeiro, o ano atual conta 2.837 vítimas de homicídio em Pernambuco, 276 acima das 2.561 nesses nove meses em 2019.
Em termos percentuais, um aumento de 10,8%. Por região, a soma de janeiro a setembro demonstrou aumento. O Agreste passou de 667 para 677 (+1,5%), enquanto o Recife variou de 377 para 411 (+9,02%). Percentual próximo ao dos demais municípios da área metropolitana (+9,46%), que saíram de 740 para 810 vítimas. Sertão e Zona da Mata, respectivamente, tiveram 19,79% (de 283 para 339) e 21,46% (de 494 para 600) de aumento.