Com mais de 10,5 mil mortes por Covid-19, Pernambuco tem a segunda maior taxa de letalidade do Brasil

De cada 100 pessoas infectadas em Pernambuco, cerca de quatro morreram por causa da Covid-19. De acordo com os dados apurados pelo Consórcio de Veículos de Imprensa, a taxa de letalidade da doença em Pernambuco é de 3,9%, a segunda maior do Brasil.
Os dados mostram, ainda, que Pernambuco perde apenas para o estado do Rio de Janeiro, onde 5,7% dos infectados morreram.
Essas taxas eram maiores em agosto de 2020: Pernambuco tinha um percentual de 6,6% de mortes e o Rio de Janeiro, 7,8%.
Nesta terça-feira (9), Pernambuco atingiu um total de 10.546 óbitos por Covid-19. A média móvel de confirmação de mortes no estado subiu nas últimas 24 horas, mas ainda apresenta uma tendência de estabilidade. São 23 novas mortes diárias na última semana, em média.
Se, para cada pessoa que morreu de Covid-19 houvesse um minuto de silêncio, seriam 7 dias inteiros sem nenhum barulho. Essas pessoas morreram sem que os parentes tivessem chance de se despedir, devido ao risco de contágio e restrições provocadas pela pandemia.
“Não foi fácil. Até hoje eu não consigo acreditar porque minha mãe não foi enterrada de uma forma decente”, lembrou Valéria Sousa, enfermeira pernambucana que vive na Alemanha.
Valéria não conseguiu vir ao Brasil para se despedir da mãe, Maria do Socorro da Silva. Ela morreu no Recife, em maio de 2020, mês que registrou o maior número de mortes por Covid-19 em Pernambuco.
De acordo com os dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), 3.247 pessoas morreram no mês de maio. Somente no Recife, o número de enterros mais que dobrou nesse mês, em comparação ao ano de 2019.
As estatísticas da prefeitura da cidade mostram que foram realizados 2.331 enterros nos dois cemitérios públicos da cidade (Parque das Flores, na Zona Oeste, e Santo Amaro, no Centro) em maio de 2020.
É um número 116% maior que o registrado em maio de 2019, quando foram realizados 1.079 sepultamentos.
Clique aqui e leia a matéria na íntegra do G1 PE: