Sergipe registra a primeira morte por recorrência de Covid do Brasil

A primeira morte por reinfecção da Covid-19, quando a pessoa vai a óbito após o segundo resultado positivo da doença, foi identificada no Brasil na última sexta-feira, dia 12. O caso aconteceu em Sergipe e a vítima era um farmacêutico de 44 anos, com obesidade e hipertensão arterial sistêmica.
O paciente trabalhava em um hospital de urgência de Aracaju e foi relatado um estudo publicado no Journal of Infection, revista médica mensal revisada por pares no campo de doenças infecciosas.

O caso ocorreu em julho de 2020 e, desde então, estava sendo investigado por pesquisadores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e de outras oito instituições brasileiras.
A primeira infecção foi do farmacêutico foi confirmada no dia 8 de maio de 2020, após fazer um teste do tipo RT-PCR. Ele teve sintomas leves e cumpriu isolamento domiciliar até se recuperar da doença.
O estudo foi realizado com 33 pacientes do estado que apresentaram evidências claras de recorrência do vírus, após um intervalo com recuperação. Os pacientes com recorrência eram principalmente do sexo feminino (78,8%) e em grande parte composto por profissionais de saúde (91%), com idade entre 22 e 58 anos. O intervalo entre os sintomas recorrentes variou de 8 a 130 dias, com uma média de 41 dias.
O primeiro caso de reinfecção por coronavírus do país foi confirmado pelo Ministério da Saúde em dezembro do ano passado. A paciente era uma médica de 37 anos que mora em Natal e trabalha na Paraíba. A identificação do caso foi feita pelos governos dos dois estados. (Via: Amazônia Real)