Doses da Covid-19 não foram perdidas e Prefeitura acusa Rádio Cidade de divulgar notícia falsa e provocar o caos em Tabira

 
Na manhã dessa segunda-feira (22), a Rádio Cidade, através do radialista Junior Alves, divulgou que o município de Tabira teria perdido “um lote de vacinas que seria para aplicar a segunda dose em Tabira, foram perdidas, totalmente perdidas por conta de uma falta de energia daquele setor”.
A notícia ganhou repercussão regional. Vários blogs da região postaram a matéria depois da informação. Pessoas ligadas a nomes da oposição divulgaram as informações em grupos de whatsapp.
Em relatório divulgado por Ana Catarina Araújo, superintendente de Imunizações da X Geres, foi feita a análise e, além de parabenizar a equipe tabirense pelas atitudes tomadas na situação de emergência, liberou a utilização das vacinas da Covid-19.
Para a Coordenadora Municipal do PNI, enfermeira Maria Cândida Pereira, é lamentável que se comemorem notícias ruins, que prejudicaria os tabirenses. “Trabalhamos com transparência. A nossa preocupação é em usar a equidade os princípios dos SUS, vacinar os que mais precisam e correm riscos, fazendo política da saúde e não politica partidária”, enfatizou a enfermeira.
O laudo comprova a perda de outras vacinas. Foram 260 doses da Tríplice Viral; 66 doses da Rotavírus; 40 doses da DTP; 90 doses da Influenza; 40 doses da vacina contra Raiva e 85 doses de vacina contra a Febre Amarela.
Não foi informada a quantidade de doses perdidas de vacinas contra HPV. Ao todo foram perdidas 581 doses de vacinas. (Afogados Online)