Professores devem ser os primeiros a serem vacinados contra covid-19, em Pernambuco, após público com comorbidades

Somente na educação básica, juntando as redes públicas e privada, Pernambuco tem quase 120 mil professores. Inseridos no grupo de trabalhadores essenciais, eles serão os primeiros a receberem a vacina contra a covid-19, no Estado, depois que as pessoas com comorbidades (existência de uma ou mais doenças simultaneamente) tiverem sido imunizadas, informou, na tarde desta quinta-feira (22), o secretário estadual de Saúde, André Longo. Mas ainda não há data para isso ocorrer.
A vacinação dos trabalhadores em educação tem sido colocada como condição para o retorno das aulas presenciais entre muitos sindicatos de docentes das redes municipais. O governo liberou aulas nessas escolas a partir de segunda-feira (26).
Na rede estadual, os colégios começaram a ser reabertos no início desta semana, mas os professores decretaram greve justamente por serem contrários ao ensino presencial neste momento da pandemia de covid-19 no Estado, sob o argumento de que os números de casos e mortes ainda estão altos. A vacinação da categoria é um dos pontos reivindicados. Na rede privada, todas as etapas já retomaram as aulas presenciais.