Áustria suspende vacinação com lote da Oxford após uma pessoa morrer e outra adoecer

Autoridades de saúde da Áustria suspenderam a vacinação com um lote do imunizante AstraZeneca/Oxford no país. Uma pessoa morreu e outra adoeceu após tomarem a dose da vacina.
Como medida de precaução, o Escritório Federal de Segurança nos Cuidados de Saúde (BASG, da sigla em inglês) informou que foi necessário suspender o uso do lote. Ele foi utilizado na clínica distrital de Zwettl.
A vítima fatal foi uma mulher de 49 anos, que não resistiu a “graves distúrbios de coagulação”. Segundo o Metrópoles, outra paciente, de 35 anos, teve embolia pulmonar, doença aguda causada por coágulos sanguíneos. Ambas seriam enfermeiras na clínica em que foram imunizadas.
O governo austríaco afirmou que a coagulação sanguínea não estava entre os efeitos colaterais conhecidos da vacina AstraZeneca e garantiu que está investigando “vigorosamente” para descobrir se há relação entre o imunizante, a morte e o adoecimento das profissionais de saúde.
“Atualmente não há evidências de uma relação causal com a vacinação. Como medida de precaução, os estoques restantes do lote da vacina afetada não estão mais sendo emitidos ou vacinados”, reforçou a BASG.
Um porta-voz da AstraZeneca respondeu à Reuters que “não houve eventos adversos graves confirmados associados à vacina. Todos os lotes estão sujeitos a controles de qualidade estritos e rigorosos, segundo o representante, que frisou ainda que os ensaios e a experiência do mundo real até agora sugerem que a vacina é “segura e eficaz e foi aprovada para uso em mais de 50 países”. (Via: Pixabay)

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232