Pernambuco fica em 2º lugar no ranking nacional de atividades turísticas

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), confirmou o bom momento vivenciado pelo setor turístico pernambucano. Durante o primeiro semestre deste ano, Pernambuco aparece como vice-líder do ranking nacional no índice de atividades turísticas, ficando atrás apenas do estado de Goiás. Considerando apenas a região Nordeste, o estado é líder do ranking, seguido pela Bahia e pelo Ceará.
O secretário de Turismo e Lazer do estado, Rodrigo Novaes, destacou que a expectativa é de que os resultados continuem a melhorar. “Nos últimos meses, Pernambuco tem aparecido como um dos estados com maior volume de atividades turísticas do País. Com os números de casos da Covid-19 em queda e o aumento da vacinação, nossa expectativa é para resultados ainda melhores em breve. Vale salientar que temos também o voo mais procurado do Brasil de janeiro a junho, que é o Guarulhos-Recife. Seguimos na retomada gradual e constante do nosso turismo, sempre respeitando os protocolos sanitários para garantir a saúde da população e dos turistas que aqui chegam”, comenta o secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes.Durante o mês de junho, o índice de volume das atividades turísticas no estado foi em 13,0%. O resultado é superior ao desempenho nacional, que registrou alta de 11,9% em junho, impulsionado, principalmente, pelo aumento na receita de empresas que atuam nos segmentos de transporte aéreo de passageiros (21,2%) e de alojamento e alimentação (8,5%), que inclui restaurantes e hotéis.
No Brasil, todas as 12 unidades da federação pesquisadas mostraram taxas positivas, com destaque para Minas Gerais (+19,7%), Ceará ( 16,7%), Distrito Federal ( 14,4%), Pernambuco ( 13,0%) e Rio de Janeiro ( 12,4%). No acumulado de maio a junho, o setor de turismo acumula um ganho de 43%.
O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, avalia que o resultado indica a tendência de reaquecimento da cadeia produtiva do turismo, a partir do avanço da vacinação contra a Covid-19 no país. “Atuamos desde o início da pandemia em apoio ao setor de turismo. O avanço da vacinação no país, aliado à adoção de protocolos sanitários, têm possibilitado o retorno das atividades turísticas em todo o país, movimentando a economia e gerando mais emprego e renda para a população”.
No índice de receita nominal com ajuste sazonal, Pernambuco obteve crescimento de 19,3% no acumulado de janeiro a junho de 2021 em relação ao mesmo período de 2020. Enquanto no acumulado dos seis primeiros meses, o estado aparece com o quarto maior incremento do país, com 88,4%, atrás apenas de Goiás (106,1%), Santa Catarina (94,4%) e Bahia (90,6%). Já na região Nordeste, Pernambuco segue na vice-liderança, ficando atrás apenas da Bahia, que apresentou avanço de 90,6%.
Diário de Pernambuco

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232