Mãe encontra filho de 2 anos morto dentro de casa; bilhete ao lado do corpo dizia que criança ‘viu demais’

Um menino de 2 anos foi encontrado morto dentro de casa, nesta quarta-feira (1º), na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, que faz fronteira com o munício de Ponta Porã, no sul-matogrossense. As informações são do G1. De acordo com a mãe da criança, o garoto estaria sob os cuidados do irmão, um adolescente de 14 anos, que já não estava no local quando a morte da vítima foi constatada. Ao lado do cadáver havia um bilhete indicando que a criança teria sido morta porque “viu mais do que devia”.
Segundo a polícia paraguaia, o corpo da criança foi encontrado pela mãe, que havia saído para trabalhar e deixado os dois filhos em casa. Ao retornar para a residência, a mulher acabou encontrando o caçula morto.
"Sinto muito. Seu filho viu o que não devia e estamos com seu filho maior”, dizia um bilhete em espanhol, escrito à mão em uma folha de caderno e deixado ao lado do cadáver.
Confira:

O médico responsável pela primeira perícia do corpo aponta que o menino foi morto por asfixia ou sufocamento. Ainda de acordo com o especialista, a vítima não apresentava lesões pelo corpo e nem sinais de que teria sofrido violência sexual.
Em entrevista à imprensa local, a promotora pública Reinalda Palacios Jara relatou que incialmente a suspeita é de que a morte tenha sido motivada por um acidente durante uma brincadeira entre irmãos. "A hipótese mais forte é de que eles estavam brincando e o menino sufocou acidentalmente".
Ainda conforme a responsável pelas investigações, o adolescente de 14 anos foi encontrado em estado de choque e bastante assustado. Além disso, o garoto está sendo acompanhado por psicóloga e assistente social. “Por se tratar de adolescente, não se pode perguntar tudo", afirmou a promotora sobre a dificuldade de ouvir o irmão da vítima a respeito do que ocorreu no dia da morte do menino.