Consumo de cerveja pode aumentar chance de contrair covid-19, diz estudo


Um estudo feito pelo Hospital Shenzhen Kangning, na China, demonstrou que o consumo regular de vinho tinto pode proteger o organismo contra a infecção da Covid-19. Já pessoas que consomem cerveja e cidra, têm aproximadamente 28% mais chances de serem infectadas.
Os cientistas analisaram cerca de 473 mil pessoas registradas no banco de dados britânico UK Biobank. Mais de 16 mil haviam testado positivo para o novo coronavírus.
Foi observado que pessoas que bebem mais de cinco taças de vinho branco por semana tiveram o risco reduzido em 8%, já os que consumiam o tinto tiveram a redução de 17%.
De acordo com o jornal britânico Daily Mail, a proteção está relacionada ao teor de polifenóis presente no vinho. Os cientistas concluíram que a substância pode inibir o efeito de vírus causadores de gripes e infecções respiratórias.
Quando o assunto é cerveja e cidra independentemente da quantidade e frequência, existe um aumento de 28% de risco de infecção comparado as pessoas que não bebem
“O consumo de cerveja e cidra não é recomendado durante as epidemias. As orientações de saúde pública devem se concentrar na redução do risco de Covid-19, defendendo hábitos de vida saudáveis e políticas preferenciais entre os consumidores de cerveja e cidra”, afirmaram os cientistas.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232