Xuxa comete gafe e processa deputada errada por crítica ao seu livro infantil LGBT+


Após o lançamento do seu livro infantil, que aborda o tema LGBT+, Xuxa Meneghel recebeu diversas críticas de deputados bolsonaristas. A apresentadora entrou com um processo contra a deputada estadual Rosane Felix, do Rio de Janeiro.
“Para ensinar o amor e o respeito ao próximo não precisa escrever livro LGBT. Isso se aprende com boas maneiras dentro de casa e na escola. Já não basta a pedofilia, a exploração sexual infantil e agora tem isso? Deixem nossas crianças em paz”, disse a deputada.
Entretanto, o que a ‘Rainha dos Baixinhos’ não esperava, era que na verdade teria processado a parlamentar errada. Segundo a defesa de Rosane, as falas teriam sido proferidas pela deputada federal Carla Zambelli. Na ação, Xuxa pediu uma indenização de R$150 mil, por danos morais.
“A ré (Rosane) está confusa, abalada e extremamente chocada, pois a quem este processo se destina? Uma vez que na qualificação como ré, presente está seu nome, Rosane Felix, que é deputada estadual no Rio de Janeiro pelo PSD, mas o trecho destacado nitidamente está escrito ‘deputada federal Carla Zambelli (PSL – SP)’”, escreveu a defesa.
O advogado da deputada completou fazendo um alerta à equipe jurídica da cantora. “Precisamos frisar o quanto é importante ter o mínimo de cuidado ao processar uma pessoa. A ré não publicou e nem compartilhou em suas redes sociais nenhum vídeo atacando a autora (Xuxa). Então, como pode a ré estar sendo processada por ato de terceiros, fato ao qual a autora nitidamente tem conhecimento, pois em sua inicial faz menção à deputada federal Carla Zambelli?”, questionou.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232