Antiga cidade maia com palácios, pirâmides e praças descobertas em canteiro de obras no México

Enquanto escavavam em um local de construção do que se tornará um parque industrial perto de Mérida, na Península de Yucatan, no México, arqueólogos descobriram as ruínas de uma antiga cidade maia cheia de palácios, pirâmides e praças.
“O local, chamado Xiol, tem características do estilo de arquitetura Maia Puuc, dizem os arqueólogos. É comum no sul da Península de Yucatan, no entanto, raro perto de Mérida”, relata a Reuters.
“Pensamos que mais de 4.000 pessoas viviam por aqui”, disse Carlos Peraza, um dos arqueólogos que liderou a escavação da cidade. Lá estima-se que a ocupação ocorreu entre 600-900 d.C
“Havia pessoas de diferentes classes sociais – padres, escribas, que viviam nestes grandes palácios, bem como pessoas comuns que viviam em pequenos edifícios”, disse Peraza.
Quando os cientistas examinaram a região, encontraram na antiga cidade maia, também cemitérios próximos de adultos e crianças, que foram enterrados com ferramentas obsidianas e de pedra, oferendas e outros pertences. Foram também descobertos vestígios de vida marinha na área, sugerindo então que os habitantes da cidade complementaram as suas dietas baseadas na agricultura com a pesca ao longo da costa próxima.
Xiol foi descoberto após o início da construção de um parque industrial. Ele ainda será construído, embora os restos arqueológicos sejam preservados, de acordo com os proprietários do terreno.
“Com o tempo, a expansão urbana (na área) cresceu e muitos dos vestígios arqueológicos foram destruídos. Contudo, até nós, arqueólogos, estamos surpreendidos, porque não esperávamos encontrar um local tão bem preservado”, disse Peraza.



Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232