Bancada evangélica já alcança 80% dos partidos na Câmara mais ainda pouco contribuem para com a classe

Criada em 2003 e oficializada em 2015, a frente representa quase 30% da população e 24% do eleitorado. Sua composição é dividida entre parlamentares evangélicos (46%) e católicos (43%).

A Frente Parlamentar Evangélica é composta por filiados de 80% dos partidos representados na Câmara. Apesar dos 181 deputados e 8 senadores, as pautas de costumes evangélicos não avançam na Câmara.
De acordo dados do Observatório do Legislativo Brasileiro (OLB), do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da UERJ, apenas 62 dos 4.879 projetos propostos na pauta de costumes na Casa foram efetivamente aprovados, dos quais só quatro deles são de autoria da Frente Parlamentar Evangélica.
Além disso, a pesquisa aponta que a adesão dos deputados da frente às pautas governamentais é de 77% contra 66% do total da Câmara.
Em entrevista ao Estadão, Debora Gershon do Observatório do Legislativo Brasileiro afirmou que ainda falta uma pauta específica a ser definida pelos membros da frente. “O eleitor evangélico que busca na frente alavancagem dos projetos de seu interesse não encontra nela um espaço capaz de brigar por essa movimentação”, disse.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232