Bombeiro morre ao fazer mudança para fugir de deslizamento no Recife

As chuvas seguem deixando rastros de destruição e vítimas em Pernambuco. Uma delas foi o bombeiro civil Alysson Barros, de 43 anos, que morreu tentando fugir de deslizamento próximo à casa em que morava, em Recife.
O homem e a esposa, que viviam ao lado de uma barreira, resolveram mudar temporariamente para a casa de familiares, por medo de deslizamentos. No entanto, enquanto fazia a transferência dos móveis, o bombeiro escorreu na lama e não resistiu aos ferimentos.
Em entrevista ao G1, a mulher de Alysson, Fabiana Pereira, 43, contou que o acidente aconteceu no último domingo (29/5). “A primeira coisa que ele foi carregar foi o centro. Ele também botou um vidro embaixo do braço e pegou um ferro de passar roupa. Foi quando ele escorregou e o vidro entrou no braço esquerdo dele”, narrou.
O vidro perfurou uma região próxima ao coração. Apesar dos esforços de familiares em tentar conter o sangramento, o homem já estava praticamente sem vida quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou. Alysson deixou sete filhos.
“A gente estava fazendo a mudança porque a barreira estava em risco. A barreira do lado da minha casa caiu uma parte, mas não atingiu ninguém. A gente ficou com medo e resolveu ir para a casa da minha mãe”, disse. “Foi uma fatalidade, infelizmente.”
Sobe número de mortos:
Na manhã desta quinta-feira (2/6), foi encontrado o corpo de mais uma pessoa que perdeu a vida em meio à tragédia causada após chuvas e deslizamentos em Pernambuco. Com isso, o número de mortos chega a 122. A vítima, identificada como Maria José da Silva, 61 anos, foi encontrada em Jaboatão dos Guararapes, na Grande Recife.
Atualmente, as buscas por outros dois desaparecidos continuam na Região Metropolitana de Recife, sendo um na comunidade do Areeiro, em Camaraibe, e outro, no bairro de Paratibe, em Paulista.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232