Desistência de Elon Musk em comprar o Twitter poderia dar início a uma batalha bilionária.

De acordo com a SEC, se o Twitter ou Elon Musk não honrarem o acordo, a parte inadimplente deverá pagar uma multa de US$ 1 bilhão
As recentes críticas realizadas por Elon Musk contra o Twitter, por causa da atuação de contas falsas, estão sendo interpretadas pelo mercado com um prelúdio ao cancelamento da compra.
O fundador da SpaceX e CEO da Tesla (TLSA34) tem reclamado sobre falta de informações sobre a atuação dos "bots", ou seja, robôs no Twitter.
Segundo a mídia dos Estados Unidos, Musk já estaria buscando advogados enquanto o Twitter prepararia seu próprio time para a batalha legal.
“O Twitter tem (compartilhado) e continuará compartilhando informações cooperativamente com Musk para consumar a transação nos termos do acordo”, informou o Twitter nesta segunda, 6.
A empresa ainda se mostrou aberta para fechar o acordo no preço em que foi acordado anteriormente.
Porém, os próximos capítulos da história podem ocorrer ou nos tribunais ou em multas, caso o Musk se recuse a levar a negociação adiante.
Sob os termos do acordo previamente anunciado, Musk concorda em resolver as disputas em Delaware, estado dos EUA tido como favorável aos empreendedores na disputa de litígios de fusões e aquisições.
De acordo com comunicado da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (Sec, na sigla em inglês) divulgado em abril, o lado inadimplente deverá pagar à outra parte uma multa de US$ 1 bilhão se não honrar o acordo.
A compra do Twitter por parte de Elon Musk foi anunciada no dia 4 de abril de 2022 por US$ 44 bilhões.
Críticas de Elon Musk:
O homem mais rico do mundo, que tem um patrimônio pessoal de US$ 230 bilhões, vinculou a compra do Twitter ao fornecimento de garantias de que menos de 5% das contas na plataforma fossem falsas.
O CEO do Twitter, Parag Agrawal, já afirmou que a plataforma suspende todos os dias mais de meio milhão de contas que parecem falsas, geralmente antes mesmo de serem vistas, e bloqueia milhões por semana que não passam nas verificações para garantir que sejam controladas por humanos e não por um software.
Musk chegou a ser processado por um dos acionistas do Twitter por manipulação do mercado.
Na ação judicial apresentada no tribunal de São Francisco, o acionista alegaria que Elon Musk fez declarações e twittou frases destinadas a criar dúvidas sobre o negócio, provocando a queda das ações do Twitter, para tentar economizar na compra.
As ações do Twitter (TWTR34) desabam:
Por causa dessa disputa, as ações do Twitter na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) caíram cerca de 16% no último mês, chegando aos US$ 39,34 nesta terça-feira, 7.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232