O surgimento de rochas gigantes quase perfeitamente esféricas na ilha do ártico confunde a comunidade científica

Enormes megalitos completamente esféricos apareceram em uma ilha que jamais foi habitada por pessoas... Isso deixou muitos estudiosos e exploradores surpresos e intrigados.
Rochas incrivelmente arredondadas e quase perfeitas, descritas por alguns pesquisadores como as "Esferas dos Deuses" (ou As Rochas dos Deuses), foram encontradas na desabitada ilha de Champ, localizada acima do círculo polar no arquipélago de Franz Josef.

Olhando para esse misterioso achado, parece que esses objetos - que parecem ter sido talhados com algum tipo de tecnologia - foram espalhados pela ilha intencionalmente. Mas, a minúscula ilha é totalmente estéril e não existe evidências que indiquem que os seres humanos já se estabeleceram no local em alguma época. O que significa que os pesquisadores que analisam a área não acreditam na ideia que essas rochas tenham sido trabalhadas artificialmente por seres humanos antigos ou mesmo novos.

Para tonar tudo ainda mais obscuro, rochas esféricas parecidas foram descobertas na Ilha Heiss no mesmo arquipélago, bem como em locais ainda mais distantes, como Volgogrado, Nova Zelândia, China, Bósnia e África do Sul. De acordo com o estudioso polar russo, Viktor Boyarsky, as esferas são feitas de arenito.
Existem várias hipóteses interessantes sobre quais processos podem ter causado esse fenômeno único que observamos na ilha de Champ e em outros lugares. No entanto, de acordo com pesquisadores, ainda estamos distantes de compreender isso totalmente.

A forma quase perfeita das rochas abre a hipótese de que elas foram trabalhadas por mãos inteligentes e até talvez por seres com algum nível de avanço no passado distante. Se essa hipótese, de antigas civilizações avançadas, for devidamente levantada e estudada, pode haver centenas de outras questões a serem respondidas sobre as impressionantes esferas.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232