Quase 70% dos casos de SRAG no Brasil são Covid-19, diz Fiocruz

 
Os casos de Covid-19 permanecem em alta no Brasil e, nas últimas quatro semanas, as infecções pelo SARS-CoV-2, causador da doença, corresponderam a 69% dos casos positivos para vírus respiratórios, segundo o novo Boletim InfoGripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A análise, com dados da semana epidemiológica de 29 de maio a 4 de junho, apontou ainda que 92,22% das mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) tiveram relação com o novo coronavírus. 
O levantamento mostra que houve aumento no número de casos semanais de Covid-19 em todas as faixas etárias da população com mais de 18 anos, que registrou aumento de 88,7% na média móvel de casos entre a primeira e a última semana de maio. 
Na população em geral, o incremento foi de 39,5%. “É fundamental que a população retome certas medida simples e eficazes como o uso de máscaras, especialmente no transporte público, seja ele coletivo ou individual – tais como ônibus, trem, metrô, barcas, táxis e aplicativos. E quem ainda não tomou a dose de reforço da vacina da Covid, é preciso tomar. A vacinação é simplesmente fundamental”, afirmou, em nota, o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe.
No grupo de 0 a 4 anos, a maioria de casos continua sendo de vírus sincicial respiratório (VSR), causador da bronquiolite, que pode levar a quadros graves e até à morte neste público. Na faixa de 5 a 11 anos, predominam as infecções pelo SARS-CoV-2. embora também se observe presença relevante de Sars-CoV-2 (Covid-19), rinovírus e metapneumovírus. Nas demais faixas etárias, predomina as ocorrências de Sars-CoV-2″, informa o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do InfoGripe.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232