Profeta da chuva diz que 'Nordeste terá um grande inverno' em 2016

Quixadá, no sertão cearense, sedia encontro anual dos 'profetas da chuva'. Previsão é baseada em observações de fenômenos da natureza.
Erasmo Barreira observa galhos de plantas que podem indicar um bom inverno (Foto: Elias Bruno / G1)
 
"Não tenho medo em dizer que o Nordeste terá um grande inverno em 2016", afirma o aposentado Erasmo Barreira, 69 anos, que participa pela 18ª vez do Encontro Anual dos Profetas da Chuva neste sábado (9) em Quixadá, a 158 quilômetros de Fortaleza. Na ocasião, sertanejos fazem previsões para a quadra chuvosa do Ceará e Nordeste com base em observações da natureza. Entre os aspectos analisados, estão a rotina de animais e o desenvolvimento de plantas da região.
As previsões de Erasmo representam uma tradição que ele traz dos avós. "É fácil, é só prestar atenção na floração de um ano para o outro", explica. As observações do profeta para prever o inverno de 2016 são feitas desde julho do ano passado e se intensificam em dezembro, à véspera do encontro.
Profeta também observa o bagaço da formiga de
roça para prever
um bom inverno (Foto: Elias Bruno / G1)
Fenômenos observados
Em entrevista ao G1, Erasmo apresentou duas representações de fatores naturais que aponta como determinantes para um bom inverno. "O galho de feijão brabo não perdeu nenhuma flor e está bem verdinho. Quando fica assim, é porque está esperando chuva para só depois amadurecer e aflorar. Se já tivesse perdido flores em dezembro, é o sinal que seria seco no próximo ano", ressalta.
Outro fenômeno percebido pelo profeta sertanejo é a forma com que as formigas de roça tratam o bagaço. "Observei a quantidade de vagem que elas descarregam das casas delas. São folhas de capim e de pau que elas gostam de levar para lá. Elas botam fora agora no começo do inverno para fazer nova armazenagem. Quando elas vêm muita quantidade, aí é que vai chover mesmo. Lá no meu interior, tem uma quantidade suficiente para encher 50 sacolas como a que trouxe", completa.
Funceme
A previsão da chuva feita pelos "profetas" não tem respaldo científico de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O órgão estadual deve divulgar em 20 de janeiro prognóstico oficial das chuvas no Ceará no ano de 2016.
Em um prognóstico parcial divulgado pelo órgão em novembro de 2015, a Funceme apontou chuvas abaixo da média no estado nos meses de janeiro e fevereiro de 2016.
Elias BrunoDo G1 CE

Share/Bookmark

0 comentários: