ESCAPOU? Veterano da CIA diz que Hitler passou por ilha paradisíaca antes de fugir para América do Sul

Uma equipe de especialistas que teve acesso a uma série de arquivos do FBI nunca antes vista chegou à conclusão de que Hitler forjou sua morte por meio de um dublê, e que fugiu para a América do Sul.
O veterano da CIA Bob Bauer afirma ter encontrado provas de que o chefe de estado nazista forjou sua própria morte no bunker no final da Segunda Guerra para fugir ao lado de sua esposa, Eva Braun, para a América do Sul, pela paradisíaca ilha de Tenerife.
Essa é uma das conclusões a que chegou uma equipe de especialistas que teve acesso a uma série de arquivos do FBI até então nunca revelada. A análise dos documentos permitiu desenvolver a teoria que Hitler não se suicidou, mas fugiu para as ilhas Canárias.
Entre os vários arquivos do FBI, existe um que afirma que “os oficiais do exército americanos na Alemanha não localizaram o corpo de Hitler nem existe nenhuma fonte confiável que comprove que ele está morto”.
Enquanto isso, o ex-investigador de crimes de guerra da ONU John Cencich afirma que “quando a guerra chegou ao fim, muitos nazistas migraram para a América do Sul para começar uma vida nova, longe da Europa”. Segundo essa teoria, Hitler teria escapado a bordo de um navio que partiu de Tenerife até a América do Sul, onde ele encontrou outros líderes nazistas.

Share/Bookmark

0 comentários: