Ator que fez Pedrinho em "O Sítio do Picapau Amarelo" morre aos 43 anos

Daniel intepretou o terceiro Pedrinho na versão para televisão do "Sitio do Pica Pau Amarelo", em 1986
Daniel Lobo, que interpretou o menino Pedrinho na versão para televisão do "Sitio do Picapau Amarelo" de 1986, morreu na noite desta quinta-feira (24) em Tubarão, Santa Catarina. De acordo com a Central de Óbito de Tubarão, o ator estava internado no hospital Nossa Senhora da Conceição onde lutava contra um tumor. Ele morreu em decorrência a complicações do quadro.
Daniel, que tinha 43 anos, atualmente se dedicava ao teatro. Além de atuar, também era diretor do espetáculo "Nise da Silveira – Guerreira da Paz", que narrava a história da psiquiatra alagoana discípula de Carl G.Jung. Em Santa Catarina, a peça foi encenada em Florianópolis, em julho do ano passado.
A peça estava sendo apresentada no Museu de Arte de São Paulo (Masp), mas, após seis semanas, o espetáculo precisou ser interrompido devido ao quadro de saúde de Daniel. No dia 12 de março, o ator usou seu perfil no Facebook para avisar seus fãs sobre a paralisação da peça.
"Após seis comoventes semanas de temporada no MASP, com o público crescendo a cada dia e a perspectiva de lá ficarmos por muito tempo, por motivos de saúde sinto-me na missão de interromper a caminhada. Foram dois anos de muita dedicação para vivermos este momento da Vida, deste projeto que fala de Arte e Espiritualidade retornar à SP, e tocar o coração das pessoas", escreveu Daniel em seu perfil no Facebook no dia 12 de março.
No Facebook, a namorada do ator, Flavia Sebold, prestou uma homenagem a ele. "Não sei como dizer a falta que você me faz. Você foi um guerreiro. Lutou bravamente nestas últimas semanas. Lutou bravamente hoje. Você que me tornou mulher, foi o sol da minha vida. Trouxe alegria para os meus dias. Aprendi o que é amor. Te aceitei por inteiro. Lembra? Te amei em todos os detalhes", escreveu.
"Semana passada no café da manhã você estava com uma leveza no semblante, estava feliz, com um sorriso leve e encantador. Te amo para sempre. Meu coração sempre estará com teu coração. Nós não éramos dois, éramos um. Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, no amor e na dor. Vá em paz. Descanse meu amor. Descanse com os anjos. Meu pai estará te ajudando e cuidando de você aí", se despediu.

Share/Bookmark

0 comentários: