Em uma semana, PE notifica 9.654 suspeitas de dengue zika e chikungunya

Pernambuco notificou, em apenas uma semana, 9.654 casos suspeitos de arboviroses, as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. No mesmo período de sete dias, o estado registrou 2.355 novas confirmações de dengue, febre chikungunya ou vírus da zika e descartou 3.562 suspeitas dessas doenças. Os dados fazem parte do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nessa terça-feira (10).
A maior parte das notificações foi de chikungunya, com 5.843 novos casos suspeitos notificados com relação ao boletim anterior, divulgado no dia 3 de maio. Em segundo lugar, vem a dengue, com 3.619 notificações a mais quanto ao último informativo. Em seguida, está a zika, com 192 novas notificações.
Com relação às confirmações, Pernambuco apresenta 1.218 novos casos de dengue e 1.137 de chikungunya. Já o número de pacientes que tiveram o diagnóstico confirmado da zika permaneceu inalterado de uma semana para outra: são 23 no estado. Também não mudou a quantidade de casos descartados da zika, que continua em 171. O estado também descartou o mesmo número de suspeitas de dengue e chikungunya em uma semana, ambas com 1.781 descartes.
Neste ano, de 3 de janeiro e 7 de maio, Pernambuco notificou 70.784 casos da dengue em 184 municípios e no distrito de Fernando de Noronha, com a confirmação de 13.538 deles. O último boletim da secretaria registrava que 67.165 casos da doença estavam sendo investigados, dos quais 12.320 pacientes tiveram diagnóstico confirmado da doença.
Com relação às notificações de chikungunya, Pernambuco conta com 24.521 casos suspeitos, dos quais 4.869 foram confirmados e 6.775 descartados, em 184 municípios e em Fernando de Noronha. No boletim anterior divulgado pela SES, foram 18.678 notificações, com 3.732 confirmações e 4.994 suspeitas descartadas, em 169 cidades do estado e em Fernando de Noronha.
Também foram notificados, em 142 municípios do estado e em Fernando de Noronha, 9.408 casos suspeitos do vírus da zika, enquanto, no último boletim da secretaria, foram 8.914 notificações. A quantidade de óbitos confirmados por arboviroses permanece a mesma da semana anterior, sendo 20 mortes por chikungunya e cinco por dengue. Os demais 186 óbitos suspeitos de arboviroses continuam em investigação.
G1 Caruaru

Share/Bookmark

0 comentários: