Mais de 700 motociclistas mortos em Pernambuco em 2015

Mais de 700 motociclistas perderam a vida em acidentes no estado em 2015. Isso representa mais de 40% das mortes envolvendo todos os óbitos no trânsito. O problema não é a moto. Há fatores, que precisam ser levados em conta: a qualidade da preparação dos motociclistas, em geral aprovados após fazer um oito na moto, e também a parte que cabe aos motoristas no compartilhamento do espaço. Uma reclamação relevante dos motociclistas em relação aos motoristas é a mudança brusca de faixa, sem sinalizar. "A responsabilidade de quem provoca o acidente deveria entrar nas pesquisas para direcionar melhor as políticas públicas", dizem motociclitas.
Outro, mais perceptível é a forma como os motociclistas pilotam, principalmente em cidades do interior, onde a maioria dos acidentados ingeriram bebida alcoólica . Desde de 2011, o Comitê de Prevenção de Acidentes com Moto vem trabalhando para reduzir os índices de mortes e feridos. E é uma luta quase inglória. O médico João Veiga, que está à frente do comitê, costuma dizer que motoqueiro só respeita o sinal verde. "E não foram poucas as vezes que constatei essa teoria", disse Veiga.

Share/Bookmark

0 comentários: