Técnicos da UFPE deflagram greve em protesto contra PEC 241

Os trabalhadores técnicos administrativos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) deflagraram greve nesta segunda-feira (24), como forma de protesto pela PEC 241. O Projeto de Emenda Constitucional será votado em segundo turno nesta terça-feira (25), na Câmara dos Deputados, e prevê o congelamento dos gastos públicos com Educação e Saúde pelos próximos 20 anos.
De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais de Pernambuco, a greve se estenderá enquanto a PEC estiver sendo discutida no Congresso Nacional. Além do Recife, os campi de Vitória de Santo Antão e Caruaru aderiram ao protesto. Os trabalhadores do Hospital das Clínicas também podem aderir à greve.
“Nós estamos na luta pra que não seja aprovado, para que o congresso se sensibilize. Hoje são 25 universidades entrando em greve. A gente parou todas as atividades e pode parar declarações de pós graduação e bibliotecas. Hoje é o primeiro dia, mas é 80% da paralisação e vamos começar a falar com o hospital das clínicas”, explica o coordenador jurídico do Sintufepe, Everaldo Araújo.
Os técnicos participaram dos protestos realizados nesta segunda-feira, e realizarão uma panfletagem no campus Recife nesta terça-feira (25), a partir das 7h. Na quarta-feira (26) a categoria realizará uma nova assembleia, às 9h, também na entrada da Universidade.

Share/Bookmark

0 comentários: