Chuvas evitam nova redução de vazão do São Francisco

O registro de chuvas na bacia do rio São Francisco nos últimos dias foi o motivo para a manutenção da vazão atual do chamado rio da integração nacional no reservatório de Sobradinho, na Bahia. A decisão foi anunciada nesta segunda-feira (28), durante reunião de avaliação dos efeitos da vazão reduzida, promovida em Brasília (DF), pela Agência Nacional de Águas (ANA), e transmitida por videoconferência para os estados da bacia. Há algumas semanas, quando foi autorizada a redução da defluência, a programação era para uma vazão de 750 metros cúbicos por segundo (m³/s) a partir do dia 21, na semana passada, chegando a 700m³/s a partir de ontem.
A equipe técnica da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) apresentou um relatório com fotos sobre a vistoria no Baixo São Francisco, para avaliar os efeitos da defluência de 750m³/s durante a primeira semana da medida. De acordo com a apresentação, houve o registro de banco arenoso emergindo nas proximidades da cidade de Juazeiro (BA) e presença de retroescavadeiras para garantir a captação de água para a Companhia de Abastecimento de Sergipe (Deso), entre outros reflexos.
TRÊS MARIAS
Por outro lado, também devido às chuvas, a defluência no reservatório de Três Marias, em Minas Gerais, será reduzida paulatinamente, até atingir o patamar de 165 m³/s. Durante a reunião, técnicos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) contestaram a informação veiculada em órgãos de comunicação de que há previsão do fenômeno La Niña na bacia do São Francisco. De acordo com as informações passadas, a precipitação será muito pequena, motivo pelo qual não dá para classificar como o fenômeno.
Durante a reunião da ANA também houve apresentação dos cenários previstos para o ano de 2017. Conforme os técnicos da área, a expectativa é de que o nível de armazenamento no reservatório de Sobradinho varie entre 9% e 12% e em Três Marias, entre 20% e 28%. Com isso, o cenário aponta que, com a vazão variando entre 800m³/s e 700m³/s em 2017, em dezembro do próximo ano o nível de armazenamento representará 10% da capacidade do reservatório.
Nova reunião para discutir o tema está marcada para a segunda-feira (05), a partir das 10h, igualmente transmitida por videoconferência.

Share/Bookmark

0 comentários: