Mostrando postagens de Março 8, 2016Mostrar tudo

Mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti teve início nesta segunda em Iguaracy

Com o objetivo de combater focos do mosquito e conscientizar os moradores para prevenir a dengue, chykungunya e o zika, a Secretaria Municipal de Saúde de Iguaracy, através dos agentes de endemias, agentes de saúde, e profissionais dos diversos setores, promoveu durante esta segunda-feira (07) uma série de atividades de combate ao mosquito Aedes Aegypti em Iguaracy.
Pela manhã a equipe fez panfletagem pelas principais ruas da cidade e na feira-livre. Em seguida, os profissionais se reuniram com representantes da comunidade para discutir a atual situação do no Município, além de reforçar as orientações necessárias e os devidos cuidados para combater o mosquito Aedes aegypti.
No período da tarde o grupo foi reforçado com a ajuda de mais agentes e de garis. Um mutirão abrangeu parte da área central da cidade, abordando borracharias, oficinas e as residências.
Pneus velhos, lixo e todo material passível de acumular água parada foi recolhido de terrenos baldios. Esse tem sido um dos maiores problemas encontrados.
Para quem está prevenido, sem foco algum do mosquito em sua casa ou comércio, sinal verde, representado por adesivos na parede. Quem não está tomando o devido cuidado é sinal vermelho e notificação.
A Vigilância destaca que o ambiente doméstico concentra 90% dos focos do mosquito transmissor da doença. Por isso, durante toda esta semana o Governo Municipal estará conscientizando a população sobre a importância de eliminar possíveis criadouros do Aedes aegypti em casa.

NOSSOS PARABÉNS A VOCÊ MULHER - FELIZ DIA DA MULHER

ESPECIAL: Em 2015, Afogados da Ingazeira foi a cidade onde as mulheres mais sofreram violência doméstica, seguida de Tabira e S. J. do Egito

Um levantamento inédito foi feito pelo Blog Radar do Sertão está sendo apresentado especialmente nesse 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Infelizmente, os números não são motivo de comemoração, uma vez que trata sobre as ocorrências de violência doméstica registradas nos municípios de abrangência do 23º Batalhão da Polícia Militar durante todo o ano de 2015.
Os números mostram uma triste realidade. As mulheres, de todas as idades e classes sociais, continuam sofrendo agressões de seus companheiros. Em muitos casos, os relatórios da polícia mostram que os ataques partem de ex-companheiros. Em outros, os atos de brutalidade são entre mãe e filho ou netos e avós.
A Lei Maria da Penha, que entrou em vigor no dia 22 de setembro de 2006, existe para coibir esses atos de violência praticados contra as mulheres, mas não tem se mostrado muito eficaz e os agressores a ignoram e continuam elevando os números de tal prática.
O 23º Batalhão, com sede em Afogados da Ingazeira, abrange 12 cidades e em 2015 registrou um total de 267 casos de violência doméstica. Se dividido esse número pela quantidade de meses vai dar pouco mais de 22 casos por mês. Ou seja, a cada mês do ano passado, 22 mulheres sofreram algum tipo de agressão.
Afogados da Ingazeira, disparadamente, é a cidade onde as mulheres mais apanharam ou foram ameaçadas pelos seus companheiros. Ao todo foram 88 casos registrados de janeiro a dezembro de 2015. Na sequência vem Tabira como a segunda mais violenta (49 casos) e São José do Egito em terceiro lugar (47 casos).
Se o resultado for analisado por Companhia da PM, teremos a 1ª Companhia da Polícia Militar, que abrange os municípios de Afogados da Ingazeira (sede da CPM), Iguaracy, Carnaíba, Ingazeira e Quixaba, em primeiro lugar. Graças ao grande empurrão dos números afogadenses, essa área registrou 116 casos.
Na sequência, vem a 3º CPM que abrange os municípios de São José do Egito (sede da CPM), Brejinho, Tuparetama e Itapetim. Essa área registrou ao todo 87 casos. E por último vem a 2ª Companhia que abrange os municípios de Tabira (sede da CPM), Solidão e Santa Terezinha. A 2ª CPM registrou 64 casos.
O mês mais violento para as mulheres foi março com 33 casos registrados. O menos violento foi julho com 13 ocorrências registradas. Dos 12 meses do ano passado, Afogados da Ingazeira liderou o ranking da violência doméstica em 9. Tabira foi a mais violenta em 2 meses do ano e São José do Egito ficou no topo em apenas 1 mês de 2015.
A única cidade que pode comemorar nesse levantamento é Quixaba. Os homens têm tratado muito bem suas mulheres por lá porque apenas 1 caso, durante todo o ano passado, foi registrado como sendo violência doméstica.

Afogados da Ingazeira – 88 casos
Tabira – 49 casos
São José do Egito – 47 casos
Carnaíba – 16 casos
Brejinho – 14 casos
Itapetim – 14 casos
Tuparetama – 12 casos
Santa Terezinha – 10 casos
Iguaracy – 6 casos
Solidão – 5 casos
Ingazeira – 5 casos
Quixaba – 1 caso 

Divulgado ranking das cidades mais violentas de Pernambuco, confira

A Secretaria de Defesa Social (SDS) concluiu recentemente um estudo da conjuntura criminal, responsável por analisar os números da violência, mês a mês, em todas as regiões do Estado. Com opior resultado da história do Pacto pela Vida em 2015, os municípios com mais de 100 mil habitantes também apresentaram forte crescimento da violência, com exceção de Paulista, que teve uma leve redução nos números.
Petrolina, no Sertão pernambucano, apresentou o resultado mais alarmante. Houve aumento de 57,6% no número de assassinatos em 2015 em relação ao ano anterior. O crime de maior repercussão foi a morte de Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, dentro do colégio particular onde estudava. A menina foi encontrada morta, com uma faca cravada na barriga, durante festa de formatura. O crime ainda não foi esclarecido.
Caruaru, no Agreste do Estado, também chamou a atenção pelo avanço desenfreado da violência. Houve aumento de 48,9% nas mortes em 2015. No total, foram 204 homicídios, enquanto em 2014 a cidade registrou 137.
Em relação à taxa de homicídios para cada 100 mil habitantes, o município do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, venceu a disputa. A taxa passou de 62,5 para 80,66. Confira a lista completa abaixo:
1 – Cabo de Santo Agostinho – 80,66
2 – Igarassu – 62,64
3 – Caruaru – 58,23
4 – Jaboatão dos Guararapes – 45,86
5 – Vitória de Santo Antão – 45,85
6 – Petrolina – 39,38
7 – São Lourenço da Mata – 38,27
8 – Olinda – 37,96
9 – Recife – 35,83
10 – Paulista – 35,46 

Confira os municípios com maior crescimento de assassinatos em 2015:
1 -Petrolina – 57,6%
2 – Caruaru – 48,9%
3 – Igarassu – 44,8%
4 – Cabo de Santo Agostinho – 31,2%
5 – Camaragibe – 30,5%
6 – Garanhuns – 30,3%

Fonte: NE 10

Bombeiro morre afogado no Sertão de PE ao tentar retirar corpo de açude

Um sargento do Corpo de Bombeiros morreu afogado nesta segunda-feira (7) em um açude de Jatobá, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, ele mergulhou para resgatar o corpo de um rapaz no reservatório do Distrito de Moxotó, mas não retornou à superfície.
Ainda segundo a assessoria, o oficial mergulhou com outro sargento - que conseguiu voltar à superfície, percebeu que o colega ainda não havia retornado e tentou resgatá-lo, mas não obteve sucesso. Outros dois bombeiros também mergulharam no açude em busca do sargento e encontraram o corpo.
O bombeiro era lotado no município de Garanhuns, no Agreste, mas estava prestando serviços em Serra Talhada, no Sertão.
Luto de três dias
O comando do Corpo de Bombeiros de Pernambuco informou por meio da assessoria que vai decretar luto de três dias por conta da morte do sargento. O órgão estuda a possibilidade de emitir um comunicado oficial para não enviar bombeiros no resgate de corpos em açudes.
Do G1 Caruaru

Aberta 11 mil vagas no Prevupe 2016

Já estão abertas as inscrições para o curso pré-vestibular da Universidade de Pernambuco (Prevupe 2016). De abril até novembro, mais de 11 mil estudantes da rede pública de ensino terão a oportunidade de contar com um reforço a mais na hora de se preparar para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Os interessados podem realizar a inscrição para o processo seletivo no site da instituição até o dia 20 deste mês.
A taxa de inscrição é no valor de R$ 30, mas o candidato inscrito em programas sociais do governo federal pode solicitar a isenção do pagamento até o dia 14 de março, também pelo site da UPE.
A seleção do programa é feita por meio de uma prova, realizada no dia 10 de abril, com questões objetivas de múltipla escolha com conteúdos de Língua Portuguesa, Matemática, Física, Química, História, Geografia e Biologia. O resultado deve ser divulgado no dia 22 de abril.
O projeto é uma parceria entre a Secretaria de Educação e a UPE, e funciona como um apoio pedagógico aos alunos que realizarão o Enem.

Duas vitimas de câncer cometem suicídio no final de semana no Pajeú

O primeiro aconteceu em Itapetim, onde a vitima J. V. F., 56 anos foi encontrado enforcado no muro de casa. A esposa do mesmo informou ao policiamento que o marido havia sido diagnosticado com câncer e entrou em depressão.
O segundo suicídio aconteceu no Povoado da Borborema em Tabira. A vitima A. F. L., 55 anos foi encontrado enforcado por um lençol amarrado no telhado da cozinha da residência. O filho da vitima relatou que o pai estava com um câncer no pescoço, depressão e já teria falado outras vezes em se matar. Os corpos foram conduzidos aos hospitais locais e as ocorrências registradas na Policia Civil.

Estudo liga novas anomalias graves em fetos ao vírus da zika

Fetos de 29% das mulheres grávidas com infecção pelo vírus da zika foram identificados com uma série de anomalias graves, de acordo com resultados preliminares de um pequeno estudo que levantou novas preocupações sobre a potencial ligação entre o zika e anomalias congênitas graves.
A lista de "resultados graves" encontrada no estudo de mulheres grávidas no Rio de Janeiro, publicada no New England Journal of Medicine nessa sexta-feira, incluiu morte fetal, calcificação do cérebro, insuficiência placentária com baixo ou nenhum líquido amniótico, restrição no crescimento fetal e danos ao sistema nervoso central, incluindo potencial cegueira.
"Eram mulheres infectadas no primeiro e no segundo trimestres de gravidez", disse a Dra. Karin Nielsen, principal autora do estudo, em entrevista por telefone.
"Nós também vimos problemas no último trimestre, o que foi surpreendente para nós", acrescentou Nielsen, citando dois casos de morte fetal no fim de gestações em que não havia nenhum sinal de malformação cerebral em exames de ultra-som.
"Nós encontramos uma forte ligação entre o zika e resultados adversos na gravidez, que não foram documentados antes", afirmou Nielsen, professora de pediatria clínica na David Geffen School of Medicine na UCLA.
Mesmo que o feto não tenha sido afetado, o vírus parece danificar a placenta, o que pode levar à morte do feto.
A infecção por zika tem sido associada a vários casos de microcefalia em recém-nascidos no Brasil. Nielsen disse que a microcefalia pode ser uma das muitas anormalidades para o que ela se referiu como síndrome congênita do vírus da zika.