PREFEITURA DE CARNAÍBA

Estado de Pernambuco em alerta para evitar cólera

Um alerta foi emitido pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) para intensificar fortemente o monitoramento ambiental do vibrio cholerae, agente causador da cólera, no estado. A recomendação foi expedida no início da semana, depois que a vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua) foi comunicada da positividade para a pesquisa da bactéria em diferentes pontos de monitoramento, no último dia 26 de junho. O alerta tem validade de três meses. O órgão, entretanto, afirma que não há casos confirmados em humanos no estado e que, nos últimos três anos, também foram isoladas amostras positivas.
Foram confirmados resultados positivos para a presença do vibrio cholerae O1 (com capacidade de causar cólera em humanos) em amostras coletadas durante a vigilância ambiental no primeiro semestre deste ano, analisadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PE) e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. Os exemplares foram coletados em Tracunhaém (Açude do Fundão), Correntes (Rio Mundaú) e Aliança (Rio Siriji). Ainda positivaram amostras para um tipo da bactéria que não tem potencial epidêmico (não O1 e não O139) em Tracunhaém (Açude do Bar do Caranguejo), Limoeiro (Rio Capibaribe), Timbaúba (Rio Capibaribe Mirim) e Salgueiro (saída de esgoto de terminal de ônibus).

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários: