PREFEITURA DE CARNAÍBA

Moro diz que condenação de Lula não traz "qualquer satisfação pessoal"

Nesta quarta-feira (12), o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal, em Curitiba, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de 71 anos, a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em sua decisão, Moro afirmou que a condenação "não traz a este julgador qualquer satisfação pessoal, pelo contrário. É de todo lamentável que um ex-Presidente da República seja condenado criminalmente".
Em sua decisão moro diz que "o condenado ocultou e dissimulou vantagem indevida recebida em decorrência do cargo de Presidente da República, ou seja, de mandatário maior. A responsabilidade de um Presidente da República é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica de crimes".
O juiz reafirmou que a causa da condenação são os crimes praticados pelo ex-presidente e, para finalizar, afirmou que prevalece o ditado "não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você".

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários: