Mostrando postagens de Outubro 8, 2018Mostrar tudo

Grave acidente deixa mortos na PE 320, entre Flores e Calumbi.

Parte das vítimas morreram carbonizadas.
Um grave acidente na PE 320, entre Flores e Calumbi, resultou pelo menos na morte de três pessoas. Informações preliminares indicam que uma ultrapassagem indevida teria causado a colisão. Dentre as vítimas, uma pessoa seria de Tabira e outra de Triunfo.
O de Tabira foi preliminarmente como Thiago, que seria primo do ex-prefeito Dinca Brandino. Ele mora em frente à Academia de Ricardo e guiava o gol quadrado, ficando preso nas ferragens. Ele teria feito a ultrapassagem que resultou na colisão segundo testemunhas.
Segundo o jornalista Júnior Campos, falando à Rádio Pajeú, Bombeiros e PMs, além de muitos curiosos estão no local. A área está sendo isolada.
Dos três veículos, dois ficaram fora da pista, um deles um pólo. As vítimas fatais estavam em um carro de passeio com um único ocupante, preso às ferragens e os que estavam no veículo que capotou e pegou fogo ao sair da pista, ainda em número indeterminado, mortos carbonizados. parte da vegetação na área também pegou fogo.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Imprensa internacional destaca ‘ampla vantagem’ de Bolsonaro no 2º turno

A imprensa internacional acompanha os resultados do primeiro turno no Brasil e registra a “contundente vitória” de Jair Bolsonaro (PSL) no primeiro turno, nas palavras do jornal argentino La Nación. Outro diário do país vizinho, o Clarín afirma em título que Bolsonaro “arrasa” e entra com “vantagem ampla” na disputa de segundo turno contra Fernando Haddad (PT). O britânico Financial Times, por sua vez, afirma que “a eleição do candidato de extrema-direita significaria uma mudança decisiva no maior país da América Latina”.
O jornal The New York Times informa que a eleição foi ao segundo turno, com “o candidato de extrema-direita muito perto de uma vitória direta”. Segundo o diário americano, o descontentamento com a corrupção e a violência teve um peso forte, diante das promessas de Bolsonaro de “mão de ferro” na política. O NYT diz ainda que o candidato representa uma ruptura com o establishment político, por ficar em primeiro lugar mesmo com um histórico de “declarações ofensivas”.
⏩    Mostrar matéria completa  
O Wall Street Journal, por sua vez, diz que Bolsonaro atraiu votos de eleitores que buscavam “a opção menos pior”. Outro diário americano, The Washington Post afirma que o resultado representa “um choque” para os brasileiros, em uma campanha que “dividiu a maior nação da América Latina em linhas de gênero e raciais”.
Na França, Le Monde informa que haverá segundo turno, mas diz que ainda existe incerteza sobre quem pode vencer. Segundo Le Figaro, Bolsonaro é um candidato “populista da extrema direita”, que obteve votos de brasileiros “exasperados pela corrupção e a violência”. Para esse jornal, o candidato do PSL é um “nostálgico da ditadura”, que se apresenta como “salvador da pátria”.
No Reino Unido, The Guardian destaca que haverá segundo turno e aponta em análise que apenas uma grande coalizão poderia provocar uma reviravolta favorável a Haddad. Na Espanha, El País aponta o “claro triunfo” de Bolsonaro e diz que os evangélicos brasileiros “se convertem à ultradireita”. Em análise, o diário afirma ainda que “a democracia recua” no País.
Na Colômbia, o jornal El Tiempo cita a vitória de Bolsonaro, mas também o fato de que ele não conseguiu evitar uma nova disputa nas urnas. O diário registra a força dos evangélicos na campanha do capitão reformado do Exército. No Chile, El Mercurio diz que Bolsonaro conseguiu “canalizar o mal-estar pela corrupção e a violência” e sai com 17 pontos de vantagem na reta final. Outro diário chileno, La Tercera avalia que os casos de corrupção e os votos contra o PT tiveram papel crucial na disputa. Em um de seus títulos, o mesmo jornal diz que o “Trump do Brasil”, referência ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conseguiu mexer no tabuleiro político do País, além de destacar a derrota da candidatura da ex-presidente Dilma Rousseff ao Senado, em Minas Gerais.
No México, El Universal dá menos destaque à notícia, mas registra que Bolsonaro e Haddad vão ao segundo turno. Outro jornal mexicano, Reforma afirma que a eleição é uma das disputas mais duras da história brasileira. (Via: Estadão)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

“Eleições definem futuro do país, para o bem ou para o mal”, lembra Paulo Júnior, um dos maiores pregadores da atualidade.

Para Paulo Junior o candidato ideal não precisa ser evangélico, desde que seja honesto e tenha ficha limpa
O pastor Paulo Junior, líder do ministério Defesa do Evangelho, publicou um vídeo falando sobre o rumo que o Brasil pode tomar nessas eleições “para o bem ou para o mal”.
“Nesta semana, os olhos de todo o mundo estão voltados para a nação brasileira. É que domingo agora, dia 7 de outubro, os brasileiros vão à urna para escolher o chefe máximo de sua nação, na figura do presidente da República”, inicia.
Especialistas concordam que essa será uma das maiores e mais importantes eleições da história do Brasil. “A pergunta que muitos fazem é ‘como os cristãos devem votar?’ Qual candidato nós, como cristãos devemos escolher?”, abre a questão.
Segundo o pastor, não é necessário que seja um candidato evangélico “mas precisa ser um homem de passado e ficha limpa, precisa ser uma pessoa honesta”, alerta.
E ainda que algumas ideias sejam contrárias à vontade de Deus, importa que os planos, ideias e propostas sejam em sua maioria favoráveis à Palavra, acredita o líder.
Paulo Junior propõe que os cristãos orem durante esses últimos dias para que não haja nenhuma fraude e nenhuma falcatrua.
“Para que tenhamos uma eleição honesta e decente e para que os responsáveis pelas apurações dos votos sejam honestos com a população brasileira […] Irmãos, que Deus tenha misericórdia do Brasil”, conclui.

Cabo Daciolo foi a surpresa das eleições 2018

 
Profecia do Presidenciável contra Eunício Oliveira se cumpriu
Com participação destacada nos debates, Cabo Daciolo (Patriota) acabou gerando uma série infinita de memes e trazendo para o debate nas redes sociais questões como o “Foro de São Paulo” e a “Nova Ordem Mundial”.
Considerado despreparado por muitos, mas um profeta por seus apoiadores, ele levou a Bíblia para os debates e popularizou o bordão “Glória a Deus” até entre internautas não religiosos. Havia dito reiteradas vezes que seria eleito “em nome de Jesus” com 51% dos votos no primeiro turno, algo que não se cumpriu.
Porém, os números oficias das urnas mostram que ele foi a surpresa destas eleições. O favoritismo de Bolsonaro já era esperado e a ascensão de Haddad vista como certa por muitos analistas.
⏩    Mostrar matéria completa  
Contudo, os números oficiais do Supremo Tribunal Eleitoral apontam que Daciolo ficou com 1,26% dos votos. Mais especificamente 1.348.317 eleitores confiaram nele para ser o próximo presidente. Segundo o próprio candidato, o custo de sua campanha foi cerca de 7 mil reais, recebidos por doação em campanhas na internet. Ele não foi para todos os debates – sendo barrado no da Globo – nem fez comícios pelo país.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Brasil terá o Congresso mais conservador das últimas três décadas

“Onda Bolsonaro” contraria pesquisas e mostra a grande rejeição ao PT e aliados
A maioria das pesquisas dava como certa a reeleição de antigos “medalhões” do Congresso Nacional. Alguns especialistas chegaram a dizerque a renovação seria no máximo na casa dos 30%. Erraram.
No Senado, por exemplo, chegou a 87%. 46 dos 54 eleitos são novos. O perfil da composição de senadores e deputados federais que se desenha para a nova legislação é o mais conservador desde a redemocratização.
Esta “onda” liderada pelo presidenciável Jair Bolsonaro é melhor vista no fortalecimento do PSL, partido que em 2014 elegeu apenas um deputado. Com as migrações, atualmente tem 8 e nas eleições de 2018 formou uma bancada de 52 deputados dentre as 513 vagas, 10% do total. A primeira é do PT, com 56.
A nova cara do Parlamento é vista também com a explosão de popularidade de Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável. Ele tornou-se o deputado federal mais votado da história, com 1,8 milhão de votos em São Paulo. Flávio, o outro filho que concorria este ano, foi o Senador mais votado pelo Rio de Janeiro.
⏩    Mostrar matéria completa  
Ao mesmo tempo, uma série de políticos que se antagonizam ao capitão do exército não se reelegeram ou tiveram votação pífia. Dilma Rousseff foi derrotada na disputa pelo Senado em Minas Gerais e Jean Wyllys, que chegou a cuspir em Bolsonaro no plenário amargou a 77ª posição, com 0,32% dos votos no Rio de Janeiro. Conseguiu sua reeleição somente por causa do coeficiente eleitoral de sua coligação.
Em grande parte, as denúncias da Lava-Jato tiveram forte efeito, e os partidos tradicionais, envolvidos com o esquema de corrupção, perderam muito de sua força, especialmente o MDB ( de 51 para 34) e o PSDB (49 para 29 agora).
Os tucanos foram reduzidos a 24 deputados, menor bancada do partido desde 1994. Já o MDB de Michel Temer foi reduzido pela metade: de 66 eleitos em 2014 para 33 deputados.
Bancada Evangélica também será renovada
Dentre as mudanças significativas, destaca-se a tentativa frustrada de eleição de vários membros da bancada evangélica. Seu atual presidente, Pastor Takayama (PSC/PR) não voltará a Brasília nos próximos 4 anos.
Alguns de seus membros mais conhecidos também tiveram uma redução drástica de votos ou não tiveram êxito no pleito. O caso mais emblemático é do senador Magno Malta (PR/ES), que acabou ficando de fora.
Acaba evidenciando-se que o eleitor não está preocupado somente com pautas morais e que o apoio da bancada a Temer, presidente mais impopular da história recente do país, teve um alto custo.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

‘Efeito Lava Jato’ impõe derrota a caciques no Senado

 
Jucá, Eunício, Lobão: MDB tem quedas marcantes de caciques no Senado
A Operação Lava Jato, que em Curitiba foi responsável pela condenação de 140 pessoas, promoveu um efeito de depuração no Senado Federal. Dos 32 senadores que disputavam a reeleição, apenas oito obtiveram sucesso.
Se sob a caneta do juiz Sergio Moro empresários, como Marcelo Odebrecht, e políticos, como o ex-presidente Lula, passaram a expiar a culpa atrás das grades, entre os senadores nenhum havia sido condenado judicialmente no petrolão. Agora, porém, lideranças como Romero Jucá (MDB-RR), Eunício Oliveira (MDB-CE), Lindbergh Farias (PT-RS) e Edison Lobão (MDB-MA) acabaram julgadas nas urnas. Todos eles não conseguiram renovar os mandatos. Entre os sobreviventes lavajatistas, apenas Ciro Nogueira (PP-PI), Eduardo Braga (MDB-AM), Renan Calheiros (MDB-AL), Jader Barbalho (MDB-PA) e Humberto Costa (PT-PE).
⏩    Mostrar matéria completa  
Atual presidente do Senado, Eunício disputou voto a voto com o empresário Eduardo Girão (Pros) a segunda vaga de senador pelo Ceará. Na liderança isolada, Cid Gomes (PDT) amealhou mais de 3,2 milhões de votos e venceu com folga. Eunício foi delatado como o destinatário de 5 milhões de reais em caixa dois de campanha, aparece com o codinome Índio na planilha da Odebrecht e, conforme revelou VEJA, foi apontado como um dos senadores do MDB que se beneficiou de desvios de dinheiro da construção da usina hidrelétrica de Belo Monte e de fraudes nos investimentos realizados pelo Postalis, fundo de pensão dos trabalhadores dos Correios.
Edison Lobão, que terminou na quarta colocação na disputa por uma vaga ao Senado pelo Maranhão, conseguiu pouco mais de 500.000 votos, ficando atrás de Weverton Rocha (quase 2 milhões de votos), Eliziane Gama (1,5 milhão) e Sarney Filho (cerca de 740.000 votos). Entre outras acusações no petrolão, Lobão é suspeito de receber 5,5 milhões de reais para interferir em obras do Projeto Madeira.
Na delação da Odebrecht, Lindbergh Farias é alvo de inquérito que apura pagamentos, via caixa 2, para suas campanhas em 2008 e 2010. Na disputa por uma cadeira ao Senado pelo Rio de Janeiro, o petista foi desbancado por Flávio Bolsonaro (PSL) e Arolde de Oliveira (PSD) e conquistou apenas a quarta colocação, com 10,17% dos votos.
Outros dois nomes encrencados na Lava Jato – a petista Gleisi Hoffmann e o tucano Aécio Neves – buscaram sobrevida política abdicando de disputar a reeleição no Senado e optando por uma vaga na Câmara dos Deputados. Gleisi foi a terceira deputada federal mais votada no Paraná, com 212.513 votos. Aécio Neves teve pouco mais de 100.000 votos para deputado por Minas Gerais e ficou na 19ª colocação, o suficiente para lhe garantir o mandato. Ao contrário de cidadãos comuns, antes da execução de uma eventual pena, senadores e deputados só podem ser presos em flagrante e por crimes inafiançáveis.
Nas eleições deste domingo, ex-governadores que disputavam uma cadeira na Câmara Alta, como Marconi Perillo (PSDB) ou Beto Richa (PSDB), também amargaram derrotas retumbantes. O goiano ficou apenas na quinta colocação, com 7,55% dos votos válidos, enquanto Richa, preso há menos de um mês na 55ª fase da Lava-Jato, terminou a disputa na sexta colocação, com 3,73% da preferência do eleitorado paranaense.
Em Minas Gerais, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), delatada na Lava-Jato pelo marqueteiro João Santana, pelo empreiteiro Marcelo Odebrecht e pelo empresário Joesley Batista, por exemplo, não conseguiu ser eleita senadora. Ela teve 15,35% dos votos válidos, terminando a disputa na quarta colocação. Reportagem de VEJA em maio mostrou que Joesley revelou aos investigadores que Dilma dispensou intermediários e tratou pessoalmente de propina.
De acordo com o delator, a petista lhe pediu, dentro do Palácio do Planalto, uma doação ao ex-ministro do Desenvolvimento Fernando Pimentel durante a campanha do petista ao governo de Minas em 2014. Na eleição deste domingo, Pimentel, candidato à reeleição, não saiu da terceira colocação na disputa pelo governo mineiro. O segundo turno no estado será entre Romeu Zema (Novo) e Antonio Anastasia (PSDB). (Via: Veja)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Filho de Bolsonaro bate recorde de votos de Enéas

Filho do presidenciável do PSL Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro (PSL) bateu o recorde de votos absolutos para a Câmara dos Deputados, com mais de 1,8 milhão, desde a redemocratização. Antes dele, era o ex-candidato à Presidência Enéas Carneiro, do extinto Prona, quem ocupava o posto. Em 2002, ele se elegeu com 1.537.642 votos (8,02%). Há quatro anos, Eduardo foi eleito para o seu primeiro mandato com 82,2 mil votos.
Com apenas um partido na sua coligação em São Paulo, a legenda elegeu nove deputados, quatro deles puxados pela alta votação do filho de Bolsonaro e da jornalista Joice Hasselmann, que também obteve mais de um milhão de votos. Se todos os nomes forem confirmados pela Justiça Eleitoral, o PSL terá bancada de 56 deputados.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Chance de vitória de Bolsonaro no segundo turno sobe para 75%, diz Eurasia

A combinação da demonstração de força do candidato à Presidência do PSL, Jair Bolsonaro, no primeiro turno da eleição presidencial com a onda anti-establishment que marcou a disputa por vagas no Senado e governos estaduais aumenta as chances de vitória do capitão da reserva no segundo turno de 60% para 75%, avalia a consultoria norte-americana de risco político Eurásia.
Bolsonaro recebeu 46% dos votos válidos, e Fernando Haddad (PT) em segundo lugar, teve 29%. Anteriormente, a empresa chegou a trabalhar com 20% de chances de vitória de Bolsonaro no primeiro turno.
No segundo turno, o aumento da probabilidade de Bolsonaro ganhar decorre do fato de ele ter ficado muito perto de alcançar a metade de todos os votos válidos neste domingo (7), justifica a consultoria. Na prática, ele precisa convencer uma parcela relativamente pequena de eleitores de outros candidatos, continua a Eurasia. "Mas o ponto é que Haddad agora enfrenta um caminho difícil pela frente", acrescenta, pontuando que mesmo que o petista recebesse todos os votos de Ciro Gomes - o que é uma visão otimista -, ainda segundo a consultoria, ele alcançaria 41% de apoio contra os 46% de Bolsonaro. 
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Até hoje nunca houve virada no 2º turno para a Presidência

O sistema eleitoral no Brasil adotou a possibilidade de 2º turno na Constituição de 1988. A primeira eleição que usou esse dispositivo foi a presidencial de 1989.
O Brasil teve 93 eleições para governadores disputadas no 2º turno. Em apenas 27 delas houve uma virada na 2ª fase do pleito –quando o concorrente que termina o 1º turno na frente depois é derrotado pelo seu oponente que estava em desvantagem.
No caso de eleições presidenciais, houve 5 disputas. Em todas elas não houve nenhuma reviravolta no 2º turno. O presidenciável que estava na frente durante o 1º turno ganhou a eleição na rodada final de votação.
Neste ano, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) disputarão o 2º turno ao Palácio do Planalto. Segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em números arredondados, Bolsonaro obteve 46% dos votos válidos e Haddad 29%, uma diferença de 17 pontos percentuais entre eles.
Em 2002, por exemplo, Lula (PT) obteve 46,4% dos votos contra o José Serra (PSDB), que pontuou 23,2%. A diferença entre o 1º e o 2º colocado era de 23,2 pontos percentuais. No 2º turno, Lula venceu o tucano com 61,3% dos votos válidos, 1 crescimento de 14,9 pontos. Serra terminou o pleito com 38,7%– subiu só 15,5 pontos.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

VENDE-SE CHÁCARA PRÓXIMO A CUSTÓDIA - ANÚNCIOS WEB SERTÃO

http://www.blogtvwebsertao.com.br/2018/09/vende-se-chacara-proximo-custodia-veja.html

Prefeito Zeinha agradece aos iguaracienses a expressiva votação de seus candidatos nas urnas:

Em suas redes sociais Instagram e Facebook, o prefeito de Iguaracy, Zeinha Torres (PSB), deixou um agradecimento a todos os eleitores que votaram em seus candidatos. Veja o comentário do prefeito na íntegra:
"Queridos amigos e amigas, estou muito feliz pelo resultado consagrado nas urnas no último domingo. Foi uma grande vitória, graças a Deus e ao povo Iguaraciense. 
Todos os nossos candidatos foram majoritários em nosso município, Fernando Haddad obteve 4393 votos, nosso governador Paulo Câmara 2848 votos, nossos Senadores, Humberto Costa 3000 votos, Jarbas 2396 votos, Deputado Federal João Fernando Coutinho 1795 votos, quase o dobro do segundo colocado no município, e nosso deputado Estadual Waldemar Borges, que foi reeleito com 39031 votos, sendo 1484 em Iguaracy, nosso grupo ainda obteve, 630 votos para Diogo Morais Deputado Estadual e 653 votos para João Campos Deputado Federal.
Sou grato, do fundo do meu coração, pelo apoio de cada um dos amigos e amigas que acreditaram na caminhada do trabalho. Agora é a hora de cobrar aos eleitos, por que o trabalho não pode parar!"

Confira os peputados estaduais eleitos por Pernambuco

 Deputado reeleito Waldemar Borges, ao lado do prefeito Zeinha
Os pernambucanos elegeram, neste domingo (7), seus 49 representantes para a Assembleia Legislativa de Pernambuco(Alepe) no quadriênio de 2019 à 2022. A delegada Gleide Angelo (PSB) foi a grande surpresa do pleito, sendo a candidata a deputada estadual mais votada da história de Pernambuco. A socialista obteve mais de 400 mil votos. 
Veja abaixo a lista do eleitos.
Gleide Angelo (PSB)
Pastor Cleiton Collins (PP)
Clodoaldo Magalhães (PSB)
Guilherme Uchoa Jr (PSC)
Doriel Barros (PT)
Aglailson Victor (PSB)
Manoel Ferreira (PSC)
Rodrigo Novaes (PSD)
Adalto Santos (PSB)
Joaquim Lira (PSD)
Francismar (PSB)
Diogo Moraes (PSB)
Clarissa Tércio (PSC)
Lucas Ramos (PSB)
Priscila Krause (DEM)
Simone Santana (PSB)
Gustavo Gouveia (DEM)
Claudiano Filho (PP)
Alessandra Vieira (PSDB)
Joel da Harpa (PP)
William Brigido (PRB)
Juntas (PSOL)
Waldemar Borges (PSB)
Tony Gel (MDB)
Eriberto Medeiros (PP)
Isaltino (PSB)
Fabíola Cabral (PP)
Alberto Feitosa (SD)
Clovis Paiva (PP)
Antonio Moraes (PP)
Terresa Leitão (PT)
João Paulo (PCdoB)
Romero Sales Filho (PTB)
Romero (PP)
Henrique Queiroz Filho (PR)
Antônio Coelho (DEM)
Zé Queiroz (PDT)
Rogério Leão (PR)
Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB)

Filho do ex-governador Eduardo Campos é eleito o federal mais votado em PE. Confira a lista dos deputados federais eleitos por Pernambuco

Com mais de 70% das urnas apuradas, o filho do ex-governador Eduardo Campos, João Campos (PSB) é eleito o deputado federal mais votado pelo estado de Pernambuco. Em seguida, a vereadora Marília Arraes, prima de segundo grau de João, aparece como a segundo mais votada para a Câmara dos Deputados.
Bisneto de Miguel Arraes e neto da ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, João Henrique Campos é um dos cinco filhos de Eduardo e Renata. O jovem é visto como o sucessor político do socialista falecido. Recém-formado em engenharia civil pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), ele tem 23 anos e assumiu, em fevereiro de 2016, a chefia de gabinete do governador Paulo Câmara.
Confira a lista dos deputados federais eleitos por Pernambuco:
João Campos (PSB)
Marília Arraes (PT)
André Ferreira (PSC)
Felipe Carreiras (PSB)
Luciano Bivar (PSL)
Pastor Eurico (PATRI)
Sebastião Oliveira (PR)
Eduardo da Fonte (PP)
Andre de Paula (PSD)
Silvio Costa Filho (PRB)
Daniel Coelho (PPS)
Raul Henry (MDB)
Túlio Gadêlha (PDT)
Danilo Cabral (PSB)
Fernando Monteiro (PP)
Wolney Queiroz (PDT)
Augusto Coutinho (SD)
Ricardo Teobaldo (PODE)
Fernando Filho (DEM)
Gonzaga Patriota (PSB)
Carlos Veras (PT)
Bispo Ossesio (PRB)
Renildo Calheiros (PCdoB)
Tadeu Alencar (PSB)
Fernando Rodolfo (PHS)

Todos os candidatos do prefeito Zeinha Torres foram majoritários em Iguaracy. Confira como foi a votação no município:

O prefeito de Iguaracy, Zeinha Torres (PSB), conseguiu consolidar a força de sua gestão elegendo todos os candidatos ao qual apresentou nesta eleição de 2018.
Para federal, o deputado do prefeito, João Fernando Coutinho, com 1795 votos, chegou a ter praticamente do dobro da votação do deputado apoiado pela oposição, Ricardo Teobaldo, com 914 votos. Também foi votado no município, com a simpatia do prefeito e o apoio de um grupo de sua militância, o federal mais votado de Pernambuco, João Campos, que conseguiu abocanhar 653 dos votos válidos no município.
*Dos três citados, João Fernando, não conseguiu se reeleger no estado.
Apesar de ter dado o aval para que parte de sua militância apoiasse deputados estaduais com serviços prestados no município, a exemplo de Diogo Moraes com 630 votos e Beto Accioly, com 93 votos, o deputado estadual Waldermar Borges, apoiado pelo prefeito, também foi majoritário, com 1484 votos, ficando em segundo lugar, o candidato da oposição no município, José Humberto com 1004 votos.
*Dos candidatos acima citados, não se reelegeram Beto Accioly e José Humberto.
Para senador, os candidatos do prefeito Humberto e Jarbas foram os dois grandes majoritários no município de Iguaray.
Para o Governo do Estado, o candidato do prefeito, Paulo Câmara, também foi majoritário com a expressiva votação de 2.848 votos.
Para presidente, como era de se esperar, Fernando Haddad foi quase unanimidade nas urnas com 4.393 votos.
Veja abaixo tabelas completas com todos os candidatos votados no município:

Sertão do Alto Pajeú elege seu primeiro deputado federal

O sindicalista tabirense Carlos Véras (PT) é o primeiro deputado federal do Alto Sertão do Pajeú. Apoiado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais – STR, CUT e Fetape, ele foi eleito para a Câmara Federal neste domingo (07), pelo Partido dos Trabalhadores – PT. Carlos Véras começou a sua trajetória como presidente de Associação Rural, coordenador do Complexo das Cooperativas do Sertão, secretário-geral da Cooperativa de Crédito Ecosol-Pajeú e presidente da CUT.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Bolsonaro e Haddad disputam o 2º turno para a presidência

O candidato do PSL ficou muito perto de vencer a eleição já no 1º turno. Votos do Nordeste impediram.
Do Diário de Pernambuco
O crescimento da candidatura do deputado Jair Bolsonaro na última semana da campanha se refletiu nas urnas e o ex-capitão ficou muito próximo de ser eleito presidente da República neste domingo (7). Às 19h, quando foi aberta a apuração para o país – já com 50% das urnas somadas – o candidato do PSL tinha 49,02% dos votos. Precisava de apenas 0,8 ponto percentual para vencer no 1º turno. Porém a segunda metade da consolidação dos votos e os desempenhos de Haddad e Ciro no Nordeste acabaram reduzindo seu desempenho. Quando a apuração atingiu 88%, Bolsonaro tinha 47,35% e, matematicamente, acabou a possibilidade de vitória.
⏩    Mostrar matéria completa  
O deputado disputará o segundo turno com Fernando Haddad (PT), que tinha 27,55% no mesmo momento da apuração. O desempenho de Ciro Gomes (PDT) foi decisivo para a confirmação do 2º turno, já que foi o único candidato a resistir a tendência de polarização e transferência dos votos nos últimos dias. Ciro recebeu 12,46% dos votos.
Abaixo dele, candidaturas que desidrataram de vez nos últimos dias. Salta aos olhos o resultado de Marina Silva (Rede), que ficou com apenas 1% – atrás de Alckmin, João Amoêdo, Henrique Meirelles e do Cabo Daciolo.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Janaína Paschoal é a deputada mais votada da história

Puxada por Jair Bolsonaro e pelo antipetismo, a professora Janaina Paschoal (PSL) alcançou, na eleição para a Assembleia Legislativa de São Paulo, a maior votação da história entre candidatos para deputado no Brasil.
Com 2.031.829 votos votos (e 98,29% das urnas apuradas), Paschoal superou o recorde histórico nas disputas para o legislativo estadual paulista, mas também obteve mais votos do que o campeão de votos para deputado federal. A marca foi alcançada neste ano por Eduardo Bolsonaro (PSL), candidato à Câmara federal por São Paulo. Ele atingiu 1.814.443 votos (com 98,29% das urnas apuradas).
Paschoal foi autora do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT) e esteve cotada para ser vice de Bolsonaro. Sua votação em São Paulo foi superior ao que recebeu candidatos à presidente como Cabo Daciolo (Patri),Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva (Rede).
⏩    Mostrar matéria completa  
A votação de Paschoal foi mais de seis vezes superior do que a maior marca já alcançada por um candidato à Assembleia paulista. Em 2014, o tucano Fernando Capez, que já era deputado, liderou a disputa com 306.268 votos.
Os votos recebidos pela deputada eleita representam 9,92% dos votos válidos. Paschoal teve quatro vezes mais votos que o segundo colocado, Arthur Mamãe Falei (DEM), que se notabilizou na internet como militante antipetista e é integrante do MBL (Movimento Brasil Livre). Arthur recebeu 470.606 votos.
O PSL, de Bolsonaro e Paschoal, ainda garantiu o quinto candidato mais bem votado. Gil Diniz, autointitulado Carteiro Reaça, obteve 210.439 votos.
Esse fenômeno deve ajudar o PSL a ter a maior bancada na Assembleia a partir do ano que vem -a sigla não tinha nenhum deputado. As cadeiras da Assembleia dependem do cálculo que leva em conta o total de votos recebidos por partidos e legendas.
O terceiro mais votado foi o deputado Carlos Giannnazi (PSOL), que chega à sua quarta legislatura. Já Paschoal, Mamãe Falei e o Carteiro Reaça são estreantes na Casa. (Via: Folhapress)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Quem é o palhaço? Desistiu, voltou e reforçou que "pior que tá não fica". Tiririca eleito pela 3ª vez

Tinha anunciado um "jejum" da política no final de 2017, mas voltou atrás a tempo de ser reeleito. O cantor, compositor, humorista e, claro, político Tiririca foi reeleito deputado federal em São Paulo nas eleições deste domingo.
Além de Tiririca, eleito no quinto lugar da votação, também nomes como Eduardo Bolsonaro (PSL), Joice Hasselmann (PSL), Celso Russomano (PRB) e Kim Kataguiri (DEM) foram eleitos.
Com quase meio milhão de votos (445.521), Tiririca, cujo verdadeiro nome é Francisco Everardo Oliveira Silva, foi eleito para um terceiro mandato na Câmara de São Paulo, depois do sucesso de 2010, em que foi o deputado federal com mais votos do país, quando celebrizou o slogan "pior que tá não fica", e de 2014, em que foi o segundo mais votado.
⏩    Mostrar matéria completa  
Em 2018, o título de mais votado ficou também em São Paulo e quebrou mesmo o recorde da história do Brasil: Eduardo Bolsonaro teve mais de um milhão e 800 mil votos .
Já o pai de Eduardo, Jair Bolsonaro, vai concorrer pelo lugar de Presidente do Brasil com Fernando Haddad, na segunda volta das presidenciais.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

HUMOR: VEJA AQUI AS 3 MELHORES CHARGES DO DIA


Esta charge do Samuca foi publicada em

Esta charge do Veronezi foi publicada em

Esta charge do Bruno Aziz foi publicada em

DEVOCIONAL CRISTÃO PARA SUA EDIFICAÇÃO - UM BOM DIA E UMA SEGUNDA-FEIRA ABENÇOADA PARA TODOS!

"Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel." Jeremias 18:6

Reflexão: É na casa do oleiro que o vaso é moldado, e a igreja é a casa do oleiro, portanto aconteça o que acontecer não se afaste da igreja. Nós somos obra do Senhor, e a cada dia ele nos molda para ficarmos segundo o desejo do Seu coração, segundo a forma que Ele planejou para que sejamos. Quando nos entregamos totalmente nas mãos de Deus ele faz um outro vaso, um vaso novo segundo bem lhe parece. Não seremos mais os mesmos. Temos que esquecer o passado e partir para o futuro confiantes na misericórdia do Senhor que é grande.
Oração: Pai querido, faz de mim um vaso novo, quero ser moldado pelas Tuas mãos, para que o Senhor derrame da água viva e faça transbordar o poder do Espírito Santo em minha vida. Ajuda-me a ter uma vida de santidade, não deixando eu me contaminar com as coisas deste mundo. Eu oro em nome de Jesus meu Senhor. Amém.
Que a Paz de DEUS esteja sempre com você!