PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Falta de atenção causou 35% das 294 mortes em estradas federais de PE em 2018, diz PRF

A falta de atenção de motoristas ou pedestres foi a causa de 35% das 294 mortes registradas por acidentes em estradas federais de Pernambuco em 2018. O dado faz parte do balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgado nesta quinta-feira (24).
O número é 14,2% menor 2017, quando foram 343 mortes. O total de pessoas feridas diminui na comparação dos dois anos, indo de 3.086 para 2.736, assim como o total de acidentes de forma geral – foi de 3.435 para 2.699, uma diminuição de 21,4%.
“Alguns fatores explicam essa redução, como a fiscalização direcionada a locais e horários de maior incidência de acidentes, as ações educativas que são realizadas ao longo do ano e uma maior consciência por parte dos motoristas”, avalia Cristiano Mendonça, assessor de comunicação da PRF no estado.
A segunda maior causa de acidentes é a desobediência às normas de trânsito, com 15,3% do total, seguida de Velocidade incompatível – 11,5%; Ingestão de álcool pelo motorista – 6,4% e Condutor dormindo na direção do veículo 5,7%.
⏩    Mostrar matéria completa  
O balanço mostra, ainda, que a maioria dos incidentes fatais, 53,4%, aconteceram à noite, e os homens representam 87% do total de mortos. Os trechos de pista simples concentraram 62,2% das vítimas mortas e 37,7% em trechos de pista dupla.
Apesar de a pista molhada representar um risco para a direção em velocidade, A maior parte das mortes (90,7%) ocorreu em condição de pista seca, segundo a PRF. A colisão frontal, registrada principalmente devido a ultrapassagem indevida, foi o tipo mais frequente de acidente que resultou em morte. Veja os principais tipos de acidente que resultaram em morte:
Colisão frontal – 22,7%, Atropelamento – 15,6%, Saídas de pista – 13,6%, Colisões traseiras – 11,9%, Colisões transversais – 10,2%, Colisão lateral – 9%, Capotamento – 5% e Colisão com objeto estático – 3%.
MULTAS
Dos 104.555 autos de infração emitidos pela PRF em 2018, 6.036 foram por ultrapassagens em local proibido. Outros 5.236 foram pelo não uso do cinto de segurança, 1.044 pela falta do capacete e 618 pela ausência dos dispositivos de retenção para crianças (bebê-conforto, cadeirinha ou assento de elevação).
Além disso, os radaes de velocidade registraram 32.036 casos de excesso de velocidade nas rodovias federais ao longo dos 12 meses.
Nas ações da PRF para prevenir acidentes, foram recolhidos 835 animais que estavam soltos nas rodovias e registradas 5,2 mil toneladas de mercadorias com excesso de peso em veículos de carga.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...