Governo liberou R$ 38,5 milhões para Defesa combater fogo na Amazônia

O Ministério da Economia aprovou na noite deste sábado (24) a liberação de R$ 38,5 milhões para o Ministério da Defesa combater os incêndios na Amazônia. O descontingenciamento havia sido pedido pela Defesa na sexta-feira. Segundo a pasta da Economia, a liberação será imediata, "procurando atender de forma emergencial" o pleito da Defesa.
"Esse valor será liberado ao Ministério da Defesa, conforme compromisso assumido pela Economia. Importante ressaltar que esse Ministério está acompanhando a evolução do tema e tomará as providências necessárias, em conjunto com a Defesa, para atender plenamente o comando presidencial", disse o ministério da Economia, citando decreto presidencial de sexta-feira que autorizou o emprego das Forças Armadas para realizar a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) na Amazônia, no levantamento e combate a focos de incêndio.
Na tarde deste sábado, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, havia afirmado que havia um “combinado” para que o Ministério da Economia desbloqueasse R$ 28 milhões previstos no orçamento deste ano para o emprego das operações de GLO. Mas ele acrescentou, em entrevista a jornalistas, que “só acredito quando abrir o cofre e ver”. Segundo a pasta comandada por Paulo Guedes, o montante se refere ao valor contingenciado da ação de GLO, cuja dotação aprovada é de R$ 47,5 milhões cujo valor empenhado até agora somou apenas R$ 7,1 milhões. (Via: Agência Brasil)