Prefeito de Tabira admite R$ 3 milhões de débitos, sendo R$ 700 mil com pessoal.

Por Anchieta Santos
Finalmente em sessão extraordinária a Câmara de vereadores de Tabira recebeu na noite da última sexta-feira o Prefeito Sebastião Dias (PTB) para debater a crise financeira que castiga a Terra das Tradições. O Prefeito foi claro com os números colocando que a gestão soma um déficit de quase R$ 3 milhões.
Destes, são R$ 900 mil reais de débito com pessoal e sem previsão de pagamento das folhas e mais R$ 900 mil em débito com a saúde.
No encontro, 14 medidas foram anunciadas como forma de tirar o município do caos financeiro. Entre as iniciativas estão: suspensão de ferias e licença, redução de diárias e diminuição de aluguéis de imóveis.
Uma comissão foi criada para trabalhar a redução das despesas, formada pelo procurador jurídico Klênio Pires, Secretário de Finanças Afonso Amaral, Secretário de Administração Flavio Marques e Alan Dias, filho do prefeito.
O único ausente da reunião da Câmara com o Prefeito Sebastião Dias foi o vereador Didi de Heleno, que alegou questão de viagem.
Para a Presidente Nely Sampaio a reunião foi produtiva pelo debate e transparência nos gastos. Ela revelou à produção dos Programas Rádio Vivo e Cidade Alerta o pedido para que o Governo Sebastião Dias priorize o pagamento das folhas atrasadas que somam R$ 700 mil. O Deputado Federal Carlos Veras compareceu ao encontro do Prefeito com os vereadores.