https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Comissão da Câmara convoca Netflix a prestar esclarecimentos sobre filme do Porta dos Fundos

A produção retrata uma relação homossexual envolvendo Jesus. Na polêmica produção, Cristo, Maria e José formam um triângulo amoroso.
O filme que resultou no pedido de esclarecimentos para a plataforma de streaming, encena o retorno de Jesus dos 40 dias no deserto de forma humorística, na encenação de Natal do grupo Porta dos Fundos, é retratada uma relação homossexual envolvendo a figura de Jesus e Satanás. Na polêmica produção, Deus, Maria e José formam 1 triângulo amoroso. A convocação para que representantes da companhia de streaming prestem esclarecimentos sobre o filme “A Primeira Tentação de Cristo”, foi aprovada pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados,e na última terça-feira (17).
O requerimento de convocação foi aprovado pelo deputado Julio Cesar (Republicanos-DF), que se embasou no artigo 208 do Código Penal para caracterizar a produção como vilipêndio, o deputado alegou “Este filme é uma verdadeira afronta aos mandamentos constitucionais. Constitui crime previsto no Código Penal e verdadeira afronta religiosa aos valores cristãos”.
Lançado no último dia 3 de dezembro, o filme vem dividindo opiniões. Um abaixo-assinado que pede a remoção do filme do catálogo da Netflix circula pelas redes, e já tem mais de 1,7 milhão de assinaturas. A petição não é a unica forma de boicote que a empresa vem sofrendo, na semana passada um deputado da ALESP e um Juiz também se posicionaram contra o que classificam falta de respeito por parte da Netflix e do grupo Porta dos Fundos.