Quando ir ao pronto-socorro? Dr. Drauzio explica o que fazer.

Em Iguaracy, a Secretaria de Saúde recomenda que a população que estiver com sintomas do coronavírus ou até mesmo de gripe ou resfriado, antes de ir ao Hospital, entre primeiramente em contato com o número (87) 98875-0312. As razões, o Dr. Drauzio Varela explica no vídeo abaixo:

"Quando ir ao pronto-socorro? Nós temos duas situações, a primeira é a seguinte, você espirrou, acha que tá resfriado, corre para o pronto-socorro para saber se você tá ou não com coronavírus. Qual o inconveniente de fazer isso? O pronto-socorro não vai estar parado esperando você chegar, vai ter muita gente ali, pessoas com doenças comuns e outros infectados pelo coronavírus que vão tossir, espirrar na sala de espera, então se você por acaso tá tendo um resfriado comum, e você corre para lá, o risco de adquirir o coronavírus é grande. Agora o contrário, e se for o coronavírus que você tem, aí você corre para lá, aí você vai estar levando o vírus para dentro do hospital, vai ameaçar as pessoas de idade que estão ali na sala de espera, vai aumentar o risco de transmitir o vírus para os profissionais de saúde, para as enfermeiras, auxiliares, atendentes, eles não podem pegar o vírus, eles vão ser muito úteis, não podem faltar no serviço no dia seguinte e se eles faltarem vai ser difícil conseguir substituir. Que diferença faz você fazer o teste? Se tivesse um tratamento para o vírus tudo bem, você vai lá, toma o remédio e cura doença, mas como não tem cura, de qualquer jeito você vai ter que fazer repouso, então não vá para o pronto-socorro! Quando é que você tem que ir? Quando você tiver falta de ar, quando você andar e ficar ofegante, quando você subir uma escada e perder o fôlego, aí sim, aí você precisa ser vista por um médico, de preferência até fora do hospital, e aí ser encaminhado para internação hospitalar se for necessário".
O momento pede cautela, responsabilidade e empatia. Ir ao pronto-socorro tendo apenas sintomas leves coloca em risco não só você, como as pessoas vulneráveis nos hospitais e os profissionais de saúde.
Deve ir ao pronto-socorro por suspeita de infecção pelo novo coronavírus apenas quem sente dificuldade para respirar. Caso contrário, a recomendação é repousar em casa.